No Campeonato Brasileiro Sub-20, o Botafogo teve a indigesta missão de enfrentar o Vitória, atual vice-campeão da competição, logo na estreia. Mesmo com essa pedreira, o Alvinegro conseguiu a virada para cima do Leão da Barra e conquistou os primeiros três pontos.

Mas não foi fácil. O técnico Eduardo Barroca, da equipe carioca, falou das dificuldades de enfrentar o Rubro-Negro no primeiro jogo.

– Para nós foi muito importante vencer o Vitória, que é um adversário tradicional e sempre muito forte em competições nacionais. Em uma competição em que a primeira fase tem apenas quatro jogos, além de somar três pontos, você faz com que um adversário direto deixe de pontuar. Além disso, saímos de uma situação adversa, pois fomos para o intervalo perdendo o jogo e tivemos que reverter o placar – comentou o treinador.

Agora, o Botafogo encara o Figueirense, pela segunda rodada do Brasileiro, desta vez fora de casa. A equipe viaja a Florianópolis para segurar outro adversário forte, que também está embalado pela boa estreia.

– A primeira dificuldade é jogar contra o Figueirense, que conseguiu um ótimo resultado na primeira rodada, empatando com o Corinthians fora de casa. Eles tem uma equipe agressiva, organizada e com bons talentos individuais. Jogaremos em um campo muito bom e acho que teremos um bom jogo. Para os jogadores nesta idade viver uma competição deste nível é fundamental para o processo final da formação deles – afirmou Barroca.

A bola rola para Figueirense e Botafogo às 17h desta terça-feira (24), no Orlando Scarpelli. As duas equipes estão no grupo A do Brasileiro Sub-20, ao lado de Atlético Paranaense, Corinthians e Vitória. O Alvinegro carioca lidera a chave, seguido dos catarinenses.

Fonte: Site oficial da CBF