Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Técnico do Botafogo explica por que não usou Cesinha e elogia Davi Araújo: ‘Participou bem e cumpriu sua função’

98 comentários

Compartilhe

Davi Araújo | Bangu x Botafogo | Campeonato Carioca
Vitor Silva/Botafogo

Duas escolhas do técnico Marcelo Chamusca geraram críticas da torcida do Botafogo nas redes sociais durante o empate com o Bangu neste sábado. Com poucas peças ofensivas à disposição, o treinador deixou Cesinha no banco e preferiu acionar Davi Araújo, que chegou a ficar na lista de dispensas.

– O Davi é um atleta que tem contrato com o clube. Em nenhum momento nem a diretoria, nem o treinador se posicionou de que o jogador estaria fora do clube. Pelo contrário, ele está treinando e treinando muito bem. Pela lesão do Ronald, precisávamos de um extremo mais de força, porque teriam de ser feitas substituições. Logo na primeira jogada ele já arrastou uma boa bola pela esquerda, participou bem e cumpriu sua função tática. Quando houver necessidade, vamos utilizar o atleta – explicou Chamusca.

No meio, Chamusca escalou nos dois últimos jogos Marcinho – que originalmente é meia-atacante pelos lados – depois da saída de Bruno Nazário. Cesinha, que vinha sendo muito usado na reta final do Brasileiro, acabou ficando no banco até o fim do jogo deste sábado.

– Marcinho já jogou pelos lados, mas já jogou por dentro comigo no Cuiabá. No Goiás e no Sport também. O Cesinha, pela característica de jogo, pela nossa leitura, iria contribuir muito pouco porque o adversário estava muito fechado, sem dar espaço para construir, e precisávamos de jogadores para atacar mais a última linha – afirmou o treinador.

Fonte: Redação FogãoNET

Comentários