Tem até dedetizadora: atletas como Sheik e CA se especializam no lado empreendedor

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Foi-se o tempo em que os jogadores aplicavam suas fortunas obtidas no futebol apenas no mercado imobiliário. Cada vez mais cercados por profissionais especializados, eles ampliaram seus leques e optaram pelo caminho do empreendedorismo. De dedetizadora à construtora, os boleiros tem buscado alternativas bem distantes das quatro linhas para multiplicar suas rendas no pós-carreira.

Jogador brasileiro em atividade mais bem sucedido, o jovem Neymar já tem seu império de empresas, que são tocadas diretamente por seu pai. A matriz é a “Neymar Sport e Marketing”, que possui participações na “Neymar Store”, que atua na venda de produtos com a marca do atacante, na “N & N Administração de Bens”, voltada para o mercado imobiliário, na “N & N Consultoria Esportiva”, que agencia sua carreira, e no “Instituto Projeto Neymar Júnior”, de caráter social.

O atacante Emerson, ex-Corinthians e atualmente no Botafogo, também tem sua veia empreendedora. Com a alcunha de Sheik, por ter feito carreira e fortuna no Oriente Médio, ele investiu parte de seus “petrodólares” num dos restaurantes mais chiques e badalados do momento, o “Paris 6”. Sua sociedade é com o empresário Isaac Azar (aquele da polêmica foto do beijo estalinho), que é dono da matriz em São Paulo e fez a parceria com o jogador na filial do bairro da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O local virou “point” das celebridades que, inclusive, inspiram os nomes dos pratos.

Praticamente vizinho ao “Paris 6” no Rio, foi inaugurado ano passado o restaurante “Padano”, uma sociedade do meia Carlos Alberto, do Botafogo, com o atacante Alecsandro, do Flamengo. A ideia surgiu quando ambos foram companheiros de Vasco da Gama. O perfil do ambiente também é o luxo e o requinte.

“Para investir em um ramo e abrir um negócio é preciso ter confiança nos parceiros. E isso eu tenho de sobra aqui. Foi uma época muito boa, marcante (o período no Vasco), que agora virou uma parceria ainda mais forte”, disse Alecsandro ao UOL Esporte no dia da inauguração.

Ex-atacante que se aposentou em 2011, Washington, ex-Fluminense, conhecido como “Coração Valente”, pode ser considerado como um homem de sucesso no empreendedorismo. Ainda quando atuava nos gramados, deu uma tacada certeira no ramo da construção civil. O ex-jogador abriu uma construtora chamada “Steca Edificações”, que hoje é bastante atuante na cidade gaúcha de Caxias do Sul.

“No futebol, com o tanto que você viaja, adquire conhecimento e cultura, isso te permite ir além do contexto do esporte. É importante você se preparar para, quando se aposentar, ter algum ramo para atuar. No meu caso, ajudou muito já ter a construtora no sentido de assimilar a aposentadoria dos gramados. Com o tempo, vou aprimorando meu jeito de tocar os negócios e tenho a certeza de que me preparei bem para o pós-carreira”, destacou o Coração Valente.

O meia Pedro Ken, do Vasco, fez o investimento mais ousado. Junto com seu sócio, pegou a representação no Brasil de uma empresa alemã chamada “Facilitas Healthcare” que, com técnicas de raio laser que liberam endorfina e agem em regiões específicas da acupuntura, combatem o tabagismo. A filial foi aberta em Curitiba e uma outra já foi vendida para São Paulo.

“Essa empresa já atua em mais de 20 países. E essa área de saúde está crecendo muito no Brasil. Essa questão de qualidade de vida, de combate ao cigarro… O resultado tem sido muito bom. Na clínica de Curitiba, por exemplo, 85% dos pacientes que fumavam, pararam de fumar com a aplicação”, declarou o jogador, que também está em fase final da construção de uma rede de restaurantes de culinária japonesa chamada “Ken Taki”, que terá suas duas primeiras filiais na capital paranaense.

No meio dos boleiros há também donos de redes de supermercados, de casas de shows, de fazenda, de salão de beleza, de dedetizadora…

Veja alguns exemplos:

Neymar (atacante da Seleção Brasileira e do Barcelona) – Possui a “Neymar Sport e Marketing”, que tem participações na “Neymar Store” (produtos com a marca do atacante), na “N & N Administração de Bens” (mercado imobiliário), na “N & N Consultoria Esportiva” (agencia sua carreira) e no “Instituto Projeto Neymar Júnior” (projeto social).

Ronaldo Fenômeno (ex-atacante do Corinthians) – Dono da agência de publicidade 9ine, que administra a imagem de Neymar, Anderson Silva, entre outros.

Emerson Sheik (atacante do Botafogo) – Sócio do restaurante “Paris 6”, no Rio

Washington “Coração Valente” (Ex-Fluminense, Atlético-PR e Ponte Preta) – Dono de uma construtora em Caxias do Sul (RS).

Carlos Alberto (meia do Botafogo) e Alecsandro (atacante do Flamengo) – Donos do restaurante “Padano”, no Rio.

Edmundo (ex-atacante de Vasco e Palmeiras) – Foi sócio da maior casa de shows do Rio de Janeiro na atualidade, o “Barra Music”.

Conca (meia do Fluminense) – Abriu um salão de beleza para sua esposa no Rio de Janeiro.

Petkovic (ex-meia do Flamengo) – Dono de uma pizzaria no Rio.

Felipe (ex-meia de Vasco, Fluminense e Flamengo) – Dono de dois supermercados e um restaurante japonês no Rio.

Pedro Ken (meia do Vasco) – Dono da franquia de uma empresa alemã que faz tratamentos a laser para combater o tabagismo (www.facilitas.net ou www.deixedefumar.com.br) e uma rede de restaurantes de culinária japonesa (Ken Taki).

Wendel (meia do Sport e ex-Vasco) – Dono de uma fazenda de gado de corte.

Marcelo Lomba (goleiro do Bahia) – Abriu uma loja de roupas casuais no Rio chamada “Huebra”.

Wellington (volante do Internacional e ex-São Paulo) – Dono de uma dedetizadora (www.detrixx.com.br)

Léo (goleiro do São Paulo) – Dono de uma loja de acessórios para carros (www.insulblack.com.br)

Luiz Alberto (zagueiro ex-Atlético-PR e Fluminense) – Dono de uma oficina mecânica.

Notícias relacionadas