O futebol tentou continuar neste domingo, no dia seguinte à selvageria observada no clássico entre Vasco e Flamengo, mas a violência voltou a aparecer em um estádio no Rio.

Antes do jogo entre Botafogo e Atlético-MG, no Estádio Nilton Santos, torcedores cariocas e mineiros entraram em confronto nos arredores do Engenhão, próximos à estação de Engenho de Dentro, da Supervia.

Um torcedor do Botafogo ficou ferido na cabeça e foi encaminhado ao posto médico do estádio. Em seguida, foi levado para o Hospital Salgado Filho, no Méier. Minutos depois, no entanto, ele precisou ser encaminhado ao Hospital Souza Aguiar, no Centro do Rio. De acordo com a polícia militar, uma torcida organizada do Botafogo saltou na estação de trem e encontrou a organizada do Atlético, que estava concentrada na área dos visitantes, próximo ao Setor Sul. Foi então que o confronto teve início.

Dez torcedores foram detidos, sete da Fúria Jovem do Botafogo e três da Galoucura. Três dos detidos vão responder pelo crime de incitação à violência, artigo 41B do Estatuto do Torcedor. Eles também responderão por lesão corporal.

Segundo relatos que circularam em redes sociais, no confronto, a torcida do Atlético teria recebido ajuda de uma organizada do próprio Botafogo, que mantém desavenças com uma outra facção ligada ao clube carioca.

O jogo entre Botafogo e Atlético-MG teve início às 19h deste domingo. A partida terminou empatada em 1 a 1.

Fonte: Extra Online