Torcida do Botafogo cerca o ônibus do time na saída do Maracanã e protesta

Compartilhe:

A pressão sobre os jogadores do Botafogo promete ser grande. Depois do empate em 0 a 0 com a Portuguesa, nesta quarta-feira, um grupo de quase 100 pessoas foi ao portão 2 do Maracanã para cercar o ônibus do time. Mais uma vez, atiraram ovos, assim como havia acontecido segunda-feira no Aeroporto Internacional Tom Jobim.

Torcida Botafogo (Foto: Thales soares)
Torcida Botafogo espera o ônibus na saída do Maracanã após empate com a Portuguesa (Foto: Thales soares)

 

Poucos jogadores estavam no veículo, que contava com membros da comissão técnica. A revolta se dá pela saída do Botafogo do grupo dos quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro pela primeira vez depois de 29 rodadas seguidas.

Depois do protesto dos torcedores no aeroporto na segunda-feira, após a derrota para o Internacional, membros de torcidas organizadas se reuniram com jogadores no Engenhão antes do treino. Receberam a promessa da vaga na Libertadores de Seedorf e garantiram apoio na reta final do Brasileiro. Mas bastou um novo tropeço para a insatisfação voltar.

Durante a partida, o início foi de apoio por parte da torcida, apesar do já tradicional letreiro de “Libertadores é obrigação” na arquibancada. Os focos de impaciência, no entanto, começaram a crescer no segundo tempo. Oswaldo de Oliveira foi foco de vaias e chamado de burro ao substituir Elias, que na verdade havia pedido para sair. Segundo o treinador, um torcedor o xingou e lhe deu uma cusparada. Ele respondeu, mas negou ter brigado.

O próximo jogo do Botafogo é contra o Atlético-PR, sábado, no Maracanã. O time tem 54 pontos e está na quinta colocação.

Torcida Botafogo contra a Portuguesa (Foto: Andre Durão)
Torcida Botafogo com o letreiro ‘Libertadores é obrigação’ no Maracanã (Foto: Andre Durão)


Fonte: Globoesporte.com
Comentários