Travado! Esquema do Bota não dá mais resultados positivos e testes podem ser feitos

Compartilhe:

Sem vencer há cinco partidas no Brasileirão, o Botafogo pode mudar a forma de jogar para voltar a vencer. Sinal disso é que o técnico Oswaldo de Oliveira já vinha testando novas formações nos treinos e até mesmo no decorrer dos jogos. O lateral-direito Gilberto chegou a atuar no meio de campo, dando mais agressividade ao time. Contra o Grêmio, Bruno Mendes e Henrique atuaram lado a lado no setor ofensivo. O antes eficiente 4-2-3-1 pode, então, estar com os dias contados.

Outra justificativa para mudar o esquema é a má fase dos jogadores responsáveis por municiar o ataque. Lodeiro, Seedorf e Rafael Marques colecionam atuações ruins nas últimas partidas. Durante o jejum de vitórias no Brasileirão, a equipe marcou apenas dois gols. Substituto de Elias na frente, Henrique foi mal e não conseguiu balançar as redes.

O volante Renato falou, ontem, sobre a possibilidade de mudança na formação tática. Porém, de acordo com o camisa 8, as derrotas têm ocorrido pela má pontaria do time.

– Estamos criando oportunidades, mas a bola não entra. Quando bola entrar, as coisas vão melhorar. Não fizemos gols nos últimos jogos. Quando voltarmos a balançar as redes, vamos embalar – disse o jogador, que lembrou também das perdas de jogadores como um possível agravante para a queda de rendimento do Glorioso:

– Isso influencia, sim. Por causa da necessidade financeira, os clubes precisam vender os jogadores.

Contudo, como Oswaldo de Oliveira, provavelmente, não comandará a equipe contra o Náutico, nesta quarta-feira, às 21h50, na Arena Pernambuco, a modificação no Botafogo pode ser adiada para domingo, no clássico contra o Flamengo.

Fonte: Lancenet!

Comentários