Túlio Maravilha ainda não desistiu de marcar seu milésimo gol na carreira. Após deixar o Botafogo brigado com o presidente Maurício Assumpção, o atacante defendeu o Vilavelhense-ES, onde marcou o gol 999. Até esta sexta-feira, ele estava sem clube. Estava. O Araxá-MG será responsável para dar nova oportunidade ao jogador de marcar o milésimo de sua carreira.

O Araxá atualmente disputa o Módulo II do Campeonato Mineiro e viu em Túlio Maravilha uma grande possibilidade de marketing, mas também de qualidade técnica, apesar de o atacante estar com 44 anos. O presidente  Daílson Lettieri foi o responsável pelas negociações com o ex-jogador do Botafogo. A assessoria de imprensa do clube mineiro confirmou o acordo.

O contrato diz que Túlio Maravilha fará seis partidas pelo Araxá. Apesar de estar em forma, ainda não existe uma definição de quando o atacante poderá entrar em campo. Além disso, existe outra dúvida: se o jogador jogará as partidas oficiais ou se serão armados amistosos com o objetivo de o atleta chegar ao milésimo gol.

Na última quarta-feira, Túlio Maravilha virou comentarista da partida entre Botafogo e Deportivo Quito na estreia do Alvinegro na Libertadores, o que não ocorria desde 1996. O atacante, no entanto, não deu tanta sorte como ocorria em campo. Após uma de suas primeiras participações, ele elogiou a postura da equipe, que sofreu gol logo em seguida. Além disso, o jogador não poupou as palavras e cornetou Tanque Ferreyra, que perdeu grande oportunidade.

Sem clube desde agosto de 2013, Túlio Maravilha chegou a cair em um trote. Um grupo de comédia ligou para o atacante fingindo ser um clube interessado e contratar seus serviços. O jogador cobrou R$ 500 mil para marcar o milésimo. Mais tarde, os comediantes disseram ser dirigentes de um time de bairro e tirou o atleta do sério até ele desligar a ligação.

Fonte: UOL