Um turno depois, Flu e Botafogo vivem situações opostas

Compartilhe:

O gol de Seedorf marcado no fim da partida na Arena Pernambuco garantiu a vitória por 1 a 0 do Botafogo sobre o Fluminense, no primeiro turno do Campeonato Brasileiro. De lá para cá, 19 rodadas se passaram. O Tricolor rondou a zona de rebaixamento por um tempo. O Glorioso foi a sensação do futebol brasileiro. Chegou a ser líder da competição, superando todas as adversidades. Porém, em pouco mais de dois meses, a situação se inverteu completamente. E a expectativa para o clássico de quarta-feira, no Maracanã, é bem distinta do que houve há 19 rodadas.

No dia 7 de julho, Botafogo e Fluminense se enfrentaram com um Alvinegro ainda empolgado pelo título carioca e por estar entre os primeiros colocados do Brasileiro. Já o Tricolor vivia fase cambaleante na competição, recém-eliminado da Copa Libertadores. O resultado dessa turbulência foi a saída de Abel Braga e a chegada de Luxemburgo. E o Flu subiu de produção.

No Botafogo, Oswaldo de Oliveira reinava tranquilo, assim como o time. Naquela ocasião, Seedorf marcou o gol da vitória, em uma falha do então questionado Diego Cavalieri, o mesmo que havia falhado na eliminação na Copa Libertadores. Hoje, o inferno astral mudou de lado. Cavalieri voltou a ter prestígio, com grandes atuações, e foi novamente lembrado por Felipão para a Seleção. Já o holandês, no sábado, após a derrota para a Ponte Preta, no Maracanã, ouviu pela primeira vez vaias desde que chegou ao Glorioso.

Para completar, o Flu vem de uma sequência de sete jogos sem perder. O Botafogo está há quatro sem ganhar, sendo três derrotas seguidas. Com isso, até mesmo a expectativa de público mudou. A torcida tricolor está mais presente nos últimos jogos do que a alvinegra.

Se em campo tudo se inverteu, fora, a rivalidade continua.

Fonte: Lancenet!

Comentários