Revoltada com o desempenho do Botafogo no empate em 1 a 1 com o Vitória, neste domingo, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, a torcida alvinegra vaiou o time e chamou o técnico Alberto Valentim de burro. Mas, nada que abale o treinador, que aplaudiu os torcedores. Na entrevista coletiva, ele garantiu não ter sido irônico.

“Saí de campo e bati palma agradecendo o torcedor que veio. Não foi irônico. Precisamos dos torcedores e agradeci. Os aplausos foram aos poucos que vieram com todo esse problema no país. Vaia é normal. Fiz um agradecimento para as pessoas que vieram. O torcedor precisa estar do nosso lado e vamos precisar fazer o melhor possível para seguir no campeonato”, disse.

Valentim também falou sobre as vaias ao volante Bochecha.

“Um garoto de muita personalidade. A vida de jogador de futebol não é fácil e tem que ter personalidade para reverter isso. Não é que ele estava mal, mas fiz uma alteração para o time jogar mais”, afirmou.

O zagueiro Igor Rabello foi outro jogador a ser vaiado durante a partida. O Botafogo é o 12º colocado do Brasileiro com nove pontos. Na próxima rodada, quarta-feira, enfrenta o São Paulo, quarto colocado, no Morumbi.

Fonte: Extra Online