Em ritmo de treino, o Botafogo derrotou o Vitória-ES por 2 a 0 nesta segunda-feira, no Estádio Kléber Andrade, em Cariacica. Após a partida, o treinador Alberto Valentim, em entrevista coletiva, elogiou a atuação da equipe.

— Gostei de muitas coisas, fizemos um bom jogo, um jogo com o Botafogo criando o tempo todo, procurando não dar chance para o adversário, foi um jogo que vai nos ajudar muito para a nossa temporada toda. Foi uma preparação para iniciar uma semana que já antecede a terceira rodada (do Campeonato Carioca) — afirmou.

Com muitos reforços em campo, Alberto Valentim iniciou o jogo com a formação que treinou nos últimos dois dias no hotel-fazenda China Park, em Domingos Martins, e admitiu que esta pode ser uma base da equipe titular para o começo da temporada.

— Está longe ainda, mas é uma base importante. Gosto muito de avaliar a semana que vai acontecer agora, os dias que vão anteceder o jogo, mas eu gostei muito da forma que eles encararam, o desenho também, a gente alterou as jogadas de posse, outras já verticalizando, procurando o jogo na vertical. Vamos ver quem vai começar jogando — analisou.

Um dos personagens da partida foi Pedro Raul, que marcou pela primeira vez com a camisa do Botafogo. O atacante, vindo do Atlético-GO, é um dos principais reforços para a temporada.

— Gostei, jogador que se movimenta, procura esse jogo de pivô, mas também procura algumas jogadas fazendo diagonais. Foi bem, se movimentou e podia ter feito mais gols. Bom primeiro jogo assim com uma cara mais de jogo, já que tínhamos um certo cansaço no jogo-treino — comemorou.

Apesar da vitória, Valentim não se dá por satisfeito. O treinador afirma que a equipe, ainda por estar no começo do ano, ainda precisa melhorar em certos aspectos. Além disto, admite que os próximos dois dias de treinos podem ser mais leves, para contrapor o desgaste do amistoso.

— Temos que melhorar tudo. Melhorar a nossa posse, o tempo certo de verticalizar o jogo, as movimentações, a fase defensiva não deixando o adversário jogar. Estamos no começo de temporada, melhorar aos poucos. E muito importante é repetir as coisas que fizemos — finalizou.

OUTROS PONTOS DA COLETIVA DE ALBERTO VALENTIM

Marcação alta
– Nós tínhamos preparado a equipe para que os jogadores ficassem em um ponto intermediário mais pudessem ir mais à frente para fazer essa marcação, dar pouco espaço ao adversário. Fizemos isso algumas vezes. Lógico que em outras não dá para roubar (a bola), mas eu gostei da aplicação de todos, todos procuraram fazer aquilo que tínhamos treinado desde o início. Eles responderam de forma positiva.

Vitória-ES
– Foi um time que procurou tocar a bola, jogar, usar a velocidade. Nós tínhamos visto o vídeo deles contra a Tombense, foi um time que procurou jogar em velocidade algumas vezes, mas neutralizamos isso com essa forma de atacar muito o adversário já do começo com os nossos jogadores da frente.

Programação
– Nós vamos aproveitar terça, quarta, quinta, sexta e o sábado. Amanhã e quarta serão, para a grande maioria, mais leve, mas já posicionando, repetindo aquilo que fizemos nos nossos treinos, para que a nossa evolução continue sempre. Que cada um faça a sua parte para que o coletivo evolua.

João Paulo
– O João é um jogador muito importante para o Botafogo. Vamos esperar concretizar tudo. É um jogador que sempre manteve uma média alta, muito regular, importante dentro de campo e também fora. Lembro quando o conheci em 2018, a perda enorme quando ele se machucou, trabalhei pouco com ele no Estadual. Vamos procurar com calma para ver como a gente pode repor.

Bruno Nazário
– Tem uma qualidade técnica muito boa. Sabe preencher os espaços, sabe ser um camisa 10 de imposição, de desenho, mas sabe também vir buscar a bola, aparecer nas beiradas, se movimenta muito. Vai ganhar ritmo ainda, está se entregando muito nos treinos. Vai ser um jogador importante.

Lecaros
– Super tranquilo, eu recebo muito carinho do torcedor do Botafogo e é recíproco. Todo mundo sabe a minha identidade com o clube. O Lecaros chegou agora, ele vai ter a oportunidade dele. Jogou 20 minutos, ele está se entrosando mais com os companheiros, está se soltando aos poucos, vai nos ajudar muito com a qualidade técnica, é muito obediente taticamente, muito atento naquilo que a gente passa.

Fonte: Terra