BOTAFOGO TEM NOITE PARA ESQUECER, PERDE PARA O AMÉRICA-MG E SE COMPLICA NA COPA DO BRASIL

434 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

BOTAFOGO TEM NOITE PARA ESQUECER, PERDE PARA O AMÉRICA-MG E SE COMPLICA NA COPA DO BRASIL
Vitor Silva/Botafogo

Numa noite apática, para se esquecer, o Botafogo foi derrotado com justiça pelo América-MG por 3 a 0 nesta quinta-feira, na Arena Independência, e se complicou nas oitavas de final da Copa do Brasil. O Glorioso precisará vencer por quatro gols de diferença na partida de volta, dia 14 de julho, para avançar se não quiser depender dos pênaltis. Situação para lá de difícil…

O América-MG começou o jogo com tudo, aproveitando a completa desorganização defensiva do Botafogo. E conseguiu sair na frente logo aos cinco minutos: Patric cruzou da direita e Wellington Paulista, de cabeça, no segundo pau, fez 1 a 0, fazendo valer novamente a “Lei do Ex”. Sete minutos depois, o Coelho teve um gol anulado, com Pedrinho desviando com o cotovelo para o gol.

O Botafogo conseguiu melhorar depois dos 20 minutos, mas parou na trave. Primeiro, Daniel Borges cruzou da direita e Matheus Nascimento se jogou, com a bola explodindo no poste. Depois, a joia alvinegra recebeu passe de Chay e, de canhota, soltou a bomba, mas a bola foi na trave direita. Entre as duas chances, Gatito teve de salvar o Fogão, em finalização de Pedrinho, após toque de calcanhar de Wellington Paulista.

A falta de sorte de Matheus Nascimento poderia mudar a história do jogo, mas a verdade é que depois de o Botafogo esbanjar um equilíbrio, o América-MG voltou a dominar. Aos 34 minutos, Patric cobrou escanteio da esquerda, Kanu ficou olhando e Danilo Avelar cabeceou no meio da área, fazendo 2 a 0. E, antes do primeiro tempo acabar, Gatito salvou de novo, desta vez na finalização de Alê dentro da área.

A pífia atuação do primeiro tempo seguiu no segundo tempo, com o América-MG tendo total domínio. Aos seis minutos, Lucas Kal perdeu uma chance incrível, quase embaixo da trave, após cobrança de escanteio. E, aos 13, saiu o terceiro do Coelho: Marlon cruzou da esquerda, Alê chegou no segundo pau como elemento surpresa e finalizou para fazer 3 a 0.

Diego Gonçalves, uma das mudanças no segundo tempo, tentou levar o Botafogo à reação. Primeiro, ele finalizou com perigo, aos 25 minutos. Depois, fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Jeffinho, no segundo pau, escorar para fora. Mas parou por aí. O Alvinegro tentou atacar mais, mas não mostrou criatividade nem qualidade para superar a defesa americana.

Próximos jogos do Botafogo

O Botafogo agora terá mais dois jogos seguidos fora de casa em sequência, desta vez pelo Campeonato Brasileiro. Segunda-feira, o Fogão visita o Red Bull Bragantino, às 20h, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Depois, dia 10, mede forças com o Cuiabá, na Arena Pantanal.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 3 X 0 BOTAFOGO

Estádio: Arena Independência
Data-Hora: 30/06/2022 – 19h
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (Fifa/SP)
Renda e público: R$ 92.943,00 / 3.861 presentes
Cartões amarelos: Éder e Wellington Paulista (AMG); Saravia (BOT)
Cartões vermelhos:
Gols: Wellington Paulista 5’/1ºT (1-0), Danilo Avelar 34’/1ºT (2-0) e Alê 13’/2ºT (3-0)

AMÉRICA-MG: Matheus Cavichioli; Patric, Luan Patrick, Éder e Danilo Avelar (Marlon 9’/2ºT); Lucas Kal, Juninho e Alê (Juninho Valoura 31’/2ºT); Everaldo (Felipe Azevedo 22’/2ºT), Wellington Paulista (Aloísio 31’/2ºT) e Paulinho (Matheusinho 22’/2ºT) – Técnico: Vagner Mancini.

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Kanu, Carli e Philipe Sampaio (Jeffinho – Intervalo); Daniel Borges (Saravia – Intervalo), Kayque (Del Piage 21’/2ºT), Patrick de Paula, Chay e Hugo; Vinícius Lopes (Diego Gonçalves 21’/2ºT, depois Daniel Cruz 39’/2ºT) e Matheus Nascimento – Técnico: Luís Castro.

VÍDEO | Gols e melhores momentos:

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas