Árbitro carrega na súmula e relata ofensas de Enderson Moreira em Confiança x Botafogo; técnico irá a julgamento

108 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Enderson Moreira expulso em Confiança x Botafogo | Série B do Campeonato Brasileiro 2021
Reprodução/SporTV

O árbitro Zandick Gondim Alves Junior (RN) relatou com detalhes as ofensas proferidas pelo técnico do Botafogo, Enderson Moreira, em direção ao quarto árbitro que acarretou em expulsão na partida deste sábado contra o Confiança, em Aracaju, pela Série B.

A súmula da partida já está disponível no site da CBF. No relatório, Zandick citou os xingamentos feitos por Enderson e disse que o quarto árbitro Michael Vinicius Santos Freitas teve sua honra atingida.

Após receber o primeiro cartão amarelo, o Sr. Enderson Alves Moreira se dirigiu ao quarto-árbitro e proferiu a seguintes palavras de forma ostensiva e ofensiva: “Você não sabe trabalhar, caralho, porra!”. Por este motivo, o mesmo recebeu o segundo cartão amarelo, seguido do cartão vermelho. Após ser expulso o mesmo se recusou a deixar o campo de jogo e se dirigiu novamente ate o quarto-árbitro de forma ostensiva precisando ser contido por seu auxiliar-técnico, que não conseguiu, e assim proferiu as seguintes palavras: “Você é despreparado, eu falei ‘porra’, vai trabalhar com vôlei, vai trabalhar com outro esporte qualquer, pode colocar no relatório tudo que eu falei, vai trabalhar aí o resto da sua vida”. O mesmo resistiu a deixar os arredores do campo de jogo, tendo que ser acompanhando pelo delegado da partida. Informo também que o quarto-arbitro sentiu-se com a honra ofendida.“, escreveu o árbitro (confira no fim da matéria).

Banner de produtos com frete grátis na loja do FogãoNET: carteira, bolsa de academia e máscaras

Enderson Moreira pode pegar gancho no STJD

Toda expulsão gera uma denúncia no Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Por isso, Enderson irá a julgamento e pode pegar um gancho mais pesado. O treinador pode ser denunciado no Artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (ofender alguém em sua honra), que prevê suspensão de um a seis jogos e multa de R$ 100 a R$ 100 mil.

Por enquanto, o certo é que Enderson terá de cumprir suspensão automática e não comandará o Botafogo na partida da próxima terça-feira, contra o CSA, no Estádio Nilton Santos, pela sexta rodada da Série B.

Veja a súmula de Confiança x Botafogo:

Súmula de Confiança x Botafogo traz o relato da expulsão do técnico Enderson Moreira

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas