Árbitro relata na súmula ofensas machistas da torcida à assistente Katiuscia e pedido de desculpas do Botafogo

191 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Assistente Katiuscia Mayer Berger Mendonça em Botafogo x Brusque | Série B do Campeonato Brasileiro 2021
Reprodução/Premiere

O árbitro Dyorgines José Padovani de Andrade relatou na súmula de Botafogo 3×0 Brusque, nesta quarta-feira, as ofensas machistas proferidas por torcedores alvinegros à auxiliar Katiuscia Mayer Berger Mendonça no intervalo do jogo realizado no Estádio Nilton Santos.

Ao sair do campo do jogo no intervalo da partida, a torcida de equipe mandante gritou em direção à assistente Katiuscia Mendonça repetidas vezes a palavra “piranha, piranha, piranha“, escreveu o juiz.

No documento, Dyorgines também relatou o pedido formal de desculpas do Botafogo por meio de seu presidente Durcesio Mello. Ao término do jogo, ainda no gramado, o dirigente entregou uma carta à assistente dizendo que o clube não compactua com as ofensas.

Ao término da partida, o presidente do Botafogo FR, senhor Durcesio Mello, se dirigiu até a assistente com um pedido formal de desculpas através de uma carta, relatando que o Botafogo FR não compactua das ofensas proferidas pelos torcedores“, completou o relatório.

Instagram do FogãoNET (@fogaonet)

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas