Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Série B

13/06/21 às 16:00 - Raulino de Oliveira

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Remo
REM

Série B

05/06/21 às 21:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

2

X

0

Escudo Coritiba
CTB

Série B

28/05/21 às 21:30 - OBA

Escudo Vila Nova
VLN

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Botafogo fatura R$ 1 milhão e dobra receita com mecanismo de solidariedade em 2020

25 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Allano, Lima, Guilherme, Ribamar, William Totin e Fabrício: Botafogo recebeu verba com mecanismo de solidariedade
Divulgação/Botafogo

Nem só notícias ruins podem ser tiradas do balanço de 2020 do Botafogo, divulgado na semana passada. Em um ano, o clube conseguiu quase dobrar a receita obtida com o mecanismo de solidariedade da Fifa: de R$ 595 mil em 2019 para R$ 1,032 milhão no ano passado.

A receita foi obtida com negociações de sete jogadores. O maior valor foi na venda de Luis Henrique para o Olympique de Marselha. Além dos R$ 24,8 milhões pela cessão dos direitos econômicos, o Botafogo recebeu mais R$ 380 mil pelo mecanismo criado pela Fifa para remunerar os clubes formadores.

Ainda se destacam as cifras obtidas na venda do atacante Ribamar pelo Athletico-PR com o Pyramids, do Egito, em 2019, com o Botafogo recebendo R$ 298 mil; e do lateral-esquerdo Lima, que não deixou saudades na torcida alvinegra, negociado pelo Nantes (FRA) com o Al-Ahli (ARA) – o Glorioso ganhou R$ 215 mil.

Completam a relação o atacante Allano, vendido pelo Cruzeiro ao Estoril, de Portugal (R$ 24 mil); o centroavante William Totin, negociado pelo Chaves (POR) com o Al-Faisaly (R$ 52 mil); o atacante Fabrício, vendido pelo Portimonense ao Urawa Reds (R$ 35 mil); e o também atacante Guilherme, negociado pelo Grêmio com o Al-Faisaly (R$ 28 mil).

Banner de produtos com frete grátis na loja do FogãoNET: bolsas de academia e mochila do Botafogo

Siga o @fogaonet no Instagram e fique por dentro das últimas notícias do Botafogo:

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas
Comentários