Limitação da Justiça: Botafogo só tem quatro jogadores ganhando mais de 60 salários mínimos; Forster é um deles

48 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Rafael Forster - Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo tem no futebol apenas cinco funcionários ganhando mais de 60 salários mínimos, limite dado pela Justiça no acordo costurado junto ao poder público que garante o pagamento dos salários do clube sem risco de penhoras.

Além do técnico Enderson Moreira, estão nesta lista o goleiro Gatito Fernández, os zagueiros Rafael Forster – que está emprestado ao Juventude – e Kanu e o atacante Rafael Moura. A informação é do “Canal do TF” e do jornalista Matheus Mandy.

A limitação já ocorre há dois meses, visto que o Botafogo tem no momento apenas verba para pagamento dos salários de outubro – que são quitados em novembro. O restante do elenco tem vencimentos na carteira de trabalho inferiores a 60 salários mínimos (R$ 66 mil).

Apesar deste problema, não há qualquer reclamação ou insatisfação por parte destes profissionais que não estão recebendo a totalidade de seus vencimentos. É o caso também de Rafael Forster, que tem parte de seus salários sendo pagos pelo Juventude.

Além do limite do pagamento por funcionário, direitos de imagem e algumas rescisões de maior valor também ficaram pendentes neste período. Segundo reportagem do “GE”, o valor em aberto em cada mês está na casa do R$ 1 milhão.

Fonte: Redação FogãoNET, Canal do TF e Twitter do jornalista Matheus Mandy

Notícias relacionadas