‘EM CASA’, BOTAFOGO VENCE CEILÂNDIA COM DOIS DE KANU E ENCAMINHA VAGA NAS OITAVAS DA COPA DO BRASIL

109 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

‘EM CASA’, BOTAFOGO VENCE CEILÂNDIA COM DOIS DE KANU E ENCAMINHA VAGA NAS OITAVAS DA COPA DO BRASIL
Vitor Silva/Botafogo

Que noite! Jogando “em casa”, com apoio maciço de sua torcida no Estádio Mané Garrincha, o Botafogo teve ótima atuação, derrotou o Ceilândia por 3 a 0 nesta quarta-feira e deixou muitíssimo bem encaminhada a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Kanu viveu noite de artilheiro, marcando duas vezes – ele tem quatro gols agora pelo Glorioso, todos marcados em 2022.

Com o resultado, o Botafogo pode perder por até dois gols de diferença na partida de volta, marcada para dia 12 de maio, no Estádio Nilton Santos, para se classificar e embolsar um prêmio de R$ 3 milhões. A partida também marcou as estreias de Gustavo Sauer – que mostrou ótimas credenciais -, Tchê Tchê e Lucas Fernandes com a camisa alvinegra.

O jogo

O Botafogo tomou as rédeas do jogo desde o início, procurando atacar com passes curtos e velocidade. Mas saiu na frente num lance de bola parada. Aos 18 minutos, Daniel Borges cobrou escanteio do lado direito e Kanu chegou tomando à frente de Liel, cabeceando com força no canto: 1 a 0.

O Ceilândia, frágil tecnicamente, não conseguiu ameaçar o Botafogo, que por sua vez seguiu atacando. Aos 25, Diego Gonçalves chutou com desvio e quase fez. Aos 44, Matheus Nascimento teve uma grande chance de fazer o segundo, mas acabou chutando fraco, facilitando a defesa do goleiro.

Com Victor Sá e Lucas Piazon, o Botafogo voltou do intervalo ainda mais elétrico. Logo aos oito minutos, em cobrança de falta ensaiada, Gustavo Sauer jogou na área e Kanu – de novo ele – completou no segundo pau, livre, fazendo 2 a 0.

No minuto seguinte, Victor Sá aproveitou passe errado de Gleyssinho no meio, avançou e deixou Lucas Piazon na boa para ampliar: 3 a 0. O mesmo Victor Sá quase marcou um golaço pouco depois, aos 16 minutos, quando deu um lindo drible no zagueiro e chutou na trave.

Com o placar bastante confortável, o Botafogo continuou dominando a posse de bola, mas a intensidade do jogo acabou provocando um pouco de desgaste. Mesmo assim, aos 35 minutos, Erison quase deixou o dele, acertando mais uma bola na trave do Ceilândia. E, aos 40, Daniel Borges cobrou falta de muito longe no travessão, quase marcando um golaço.

Próximos jogos do Botafogo

Até o jogo de volta contra o Ceilândia, o Botafogo terá três compromissos pelo Campeonato Brasileiro. No próximo domingo, o Glorioso visita o Atlético-GO, às 18h30, no Estádio Antônio Accioly. Depois, dois jogos seguidos no Rio: dia 1º, contra o Juventude, no Estádio Nilton Santos; e dia 8, contra o Flamengo, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA
CEILÂNDIA 0 X 3 BOTAFOGO

Estádio: Mané Garrincha
Data-Hora: 20/04/2022 – 21h30
Árbitro: Braulio da Silva Machado (Fifa/SC)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Johnny Barros de Oliveira (SC)
Renda e público: R$ 1.349.235,00 / 28.110 presentes
Cartões amarelos: Filipinho (CEI)
Cartões vermelhos:
Gols: Kanu 18’/1ºT (0-1), Kanu 8’/2ºT (0-2) e Lucas Piazon 9’/2ºT (0-3)

CEILÂNDIA: Matheus Kayser; Medeiros, Werick e Liel (Fernando Gomes 25’/2ºT); Vidal, Thiago Magno (Gleyssinho – Intervalo), Matheus Guarujá e China (Hiwry 12’/2ºT); Geovane, Roberto Pítio (Hériclis 12’/2ºT) e Filipinho (Peninha 12’/2ºT) – Técnico: Adelson de Almeida.

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Saravia, Sampaio, Kanu e Daniel Borges; Barreto (Tchê Tchê 7’/1ºT), Patrick de Paula (Lucas Piazon – Intervalo) e Del Piage (Lucas Fernandes 22’/2ºT); Gustavo Sauer, Matheus Nascimento (Erison 14’/2ºT) e Diego Gonçalves (Victor Sá – Intervalo) – Técnico: Luís Castro.

VÍDEO | Gols e melhores momentos:

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas