Contrato entre Botafogo e John Textor prevê R$ 150 milhões até assinatura e aumento anual na folha do futebol

87 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

John Textor, empresário americano e investidor do Botafogo
Divulgação

O Botafogo colocou condições financeiras no contrato que está prestes a ser assinado com o empresário americano John Textor, que comprará a maior parte dos ativos do futebol alvinegro na SAF (Sociedade Anônima do Futebol). De acordo com o site “GE”, os números crescem a cada ano,

Em relação às finanças, está previsto um reajuste de 50% da receita bruta em comparação ao ano anterior. Isso para os sete primeiros anos. Até a assinatura do contrato, o Botafogo pode receber R$ 150 milhões.

Os pagamentos:

– R$ 50 milhões cinco dias após aprovação em Assembleia
– R$ 100 milhões na data da assinatura dos documentos definitivos
– R$ 100 milhões um ano após
– R$ 100 milhões dois anos após
– R$ 50 milhões três anos após

John Textor chega ao Rio nesta sexta-feira para tratar detalhes. Na próxima semana, o Botafogo tem reunião do Conselho Deliberativo no dia 13 e Assembleia Geral para votação de sócios no dia 14.

ATUALIZAÇÃO: o “GE” inicialmente publicou que havia a exigência de um título de expressão em dez anos e garantias esportivas, mas corrigiu posteriormente e disse que o contrato não prevê essas cláusulas.

Fonte: Redação FogãoNET e GE

Notícias relacionadas