Dívida de Willian Arão com Botafogo já supera R$ 7 milhões e não irá para SAF, explica Durcesio

50 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Dívida de Willian Arão com Botafogo já supera R$ 7 milhões e não irá para SAF, explica Durcesio
Divulgação/Fenerbahçe

Atualmente jogador do Fenerbahçe, Willian Arão segue apelando a recursos proletórios para pagar ao Botafogo por ter se recusado a cumprir a cláusula de renovação automática no fim de 2015 e ter se transferido para o Flamengo. A Justiça puniu o jogador e 2019 em R$ 4 milhões, mas os valores já superam os R$ 7 milhões.

Em entrevista ao “Canal do Anderson Motta”, o presidente do Botafogo, Durcesio Mello, atualizou a situação e explicou que o valor irá para a conta do clube associativo – chamado por ele como Botafogo Social e Olímpico -, e não para a SAF.

– Já ganhamos em segunda instância, o dinheiro está depositado em juízo e estamos esperando, porque ele vai recorrendo, recorrendo… Já está em R$ 7 milhões. O dinheiro irá para a associação. Tudo que é de futebol, como mecanismo de solidariedade, entra para o Botafogo e eu repasso para a SAF, mas nesse caso do Arão o dinheiro é nosso, porque já havíamos ganho em segunda instância anteriormente à chegada da SAF. O dinheiro está em juízo – afirmou Durcesio.

Recentemente, Willian Arão rendeu ao Botafogo cerca de R$ 100 mil pelo Mecanismo de Solidariedade da Fifa, quando se transferiu do Flamengo para o Fenerbahçe. Agora, o Alvinegro segue esperando que o volante enfim pague o que deve.

Fonte: Redação FogãoNET e Canal do Anderson Motta

Notícias relacionadas