John Textor diz que já gastou o dobro do que foi pedido no Botafogo e diz: ‘Levei jogadores que eu não precisava’

670 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

John Textor diz que já gastou o dobro do que foi pedido no Botafogo e diz: ‘Levei jogadores que eu não precisava’
Reprodução/Globo

Novo acionista do Lyon e com o objetivo de comprar um clube também em Portugal, John Textor deu entrevista nesta segunda-feira (1/8) ao jornal francês L’Équipe e comparou o trabalho no novo clube ao já realizado no Crystal Palace e no Botafogo. O empresário americano admitiu que o Glorioso é uma situação diferente.

Olha o que fiz no Crystal Palace… Fui aos jogos, as pessoas me agradecem, ajudei na Academia (base), nas contratações, trouxe uma nova energia. Será a mesma coisa com o Lyon, trago meu amor pelo futebol e recursos financeiros. Estou mais atrás do palco do que na frente. Foi diferente no Botafogo, onde sou o único responsável. Lá eu mudei tudo porque era uma associação que dirigia o clube. Não havia nada. Cargos interinos, a grama não era cortada, o treinador (Enderson Moreira) discutia com os árbitros… – explicou Textor.

Em outro trecho da entrevista, o dono da SAF do Botafogo disse já ter gastado o dobro do que havia sido pedido e admitiu que errou em algumas contratações.

No Botafogo, já gastei o dobro do que me pediram. Quando você começa a decidir por um time e vê que 10 ou 20 milhões podem te levar mais longe, você se apaixona pelo processo e gasta mais do que havia providenciado. Isso viralizou e estou gastando muito mais do que devia. E levei jogadores que eu não precisava (risos) – completou.

Mais tarde, no Twitter, John Textor fez um esclarecimento sobre a fala em relação às contratações e, culpando os mecanismos automáticos de tradução, negou ter se arrependido de trazer qualquer jogador para o Botafogo:

“A tradução do inglês para o francês para o português leva a uma falsa manchete. “John Textor diz que já gastou o dobro do que foi pedido no Botafogo e admite: ‘Contratei jogadores que eu não deveria’”. A verdade: Eu defendo cada jogador que contratei #GoogleTranslateSucks”, escreveu o acionista majoritário da SAF alvinegra, em inglês.

*Atualizada às 18h52

Fonte: Redação FogãoNET, Lance! e L'Équipe

Notícias relacionadas