Jornalista relata domingo ‘de imersão’ no Botafogo e vê mais otimismo que na internet: ‘Rede social é muito chata, a realidade é mais bonita’

45 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Jornalista relata domingo ‘de imersão’ no Botafogo e vê mais otimismo que na internet: ‘Rede social é muito chata, a realidade é mais bonita’
Vitor Silva/Botafogo

Comentarista do “Grupo Globo”, Alexandre Lozetti relatou no podcast “A Mesa”, do GE”, um domingo diferente que viveu. Ele passou o dia da vitória por 3 a 1 sobre o Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro, com amigos botafoguenses. E gostou do que viu.

– Meu domingo foi de imersão no Botafogo, estava de folga, almocei com dois amigos botafoguenses. Imaginei um muro de lamentações, porque a rede social é insuportável. Vendo botafoguenses que sigo, parece que vai cair da Série A para a D, não é nem para a B. A rede social é chata para tudo. Almocei com dois botafoguenses esperançosos, gostam do time, acham bom, gostam do trabalho do Luís Castro. Dizem que o time joga mal, que o Luís Castro pode fazer mais, mas tem que ficar, não vai sair demitido por John Textor, não liga para pressão e o time não vai cair – contou Lozetti, que prosseguiu.

– Depois estive com eles em uma quadra de escola de samba, eles vibrando vendo o jogo no celular. Rede social é muito chata, a realidade é muito mais bonita. Depois do jogo tinham certeza que vão para a Libertadores. Em vez de passar o domingo vendo um bando de chatos, passei com dois botafoguense esperançosos, otimistas e felizes. Fiquei feliz por eles. Passei a entender melhor o Botafogo. Já disse que para mim é um time que não orna, pegaram um monte de peças soltas, não são jogadores experientes e acostumados com o Campeonato Brasileiro. Mas para mim foi um domingo feliz de imersão botafoguense – completou o jornalista.

O Botafogo volta a campo domingo, para enfrentar o América-MG, às 11h, no Estádio Nilton Santos.

Fonte: Redação FogãoNET e podcast A Mesa (GE)

Notícias relacionadas