Lédio avalia primeiro tempo do Botafogo contra América-MG como ‘pífio’ e fala de empate: ‘Era muito improvável’

56 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Lédio avalia primeiro tempo do Botafogo contra América-MG como ‘pífio’ e fala de empate: ‘Era muito improvável’
Vitor Silva/Botafogo

O Botafogo saiu atrás no placar, buscou o empate em 1 a 1 com o América-MG e quase virou no fim. Para o comentarista Lédio Carmona, no “Troca de Passes”, do “SporTV, o resultado em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro pode ser visto com bons olhos pelo Alvinegro.

– O Botafogo não fez um bom jogo, melhorou na parte final. No segundo tempo também teve problemas, foi para o abafa, a pressão surtiu efeito. Luís Castro vai olhar a atuação pífia do primeiro tempo e de parte do segundo e comemorar o resultado – avaliou Lédio.

– Se fizer recorte do primeiro tempo, o América-MG teve 11 finalizações contra uma do Botafogo. Só deu América. Principalmente com Felipe Azevedo nas costas do Saravia e Patric em cima do Daniel Borges, que tinha pouca cobertura. No segundo tempo, o América quis administrar, foram sete finalizações do Botafogo contra uma do América – acrescentou.

O comentarista destacou a atuação de Erison.

– O bom Erison foi definitivo para o Botafogo, empatou o jogo em uma cabeçada de manual. O Botafogo contratou mais de 15 reforços, acho que foram 17, Erison já estava lá e está resolvendo. Fez o empate, quase fez outro no final, foi uma cabeçada de manual, é muito difícil fazer gol no Jailson. Ainda teve oportunidades o Botafogo, principalmente a do Victor Sá, que Jailson abre o compasso e faz a defesa – lembrou.

Lédio Carmona considera que a partida foi agradável de se assistir, apesar de os dois times saírem frustrados pelo empate.

– Foi um jogo legal por essas variáveis. O América com dez desfalques foi muito melhor no primeiro tempo. Tecnicamente foi jogo muito abaixo do Botafogo, de jogadores como Tchê Tchê, Diego Gonçalves, Victor Sá, o próprio Patrick de Paula. Luís Castro melhorou o time, mas foram os dez minutos finais que botaram o Botafogo agredindo e chegando ao empate, que pelo que foi o jogo era muito improvável – finalizou.

Fonte: Redação FogãoNET e SporTV

Notícias relacionadas