Pleno do STJD mantém punições de advertência a Rafael, do Botafogo, e Luís Castro por expulsões em clássico

16 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Luís Castro em Flamengo x Botafogo | Campeonato Brasileiro 2023
Reprodução/Premiere

O Tribunal Pleno do STJD manteve as punições aplicadas pela 4ª Comissão Disciplinar ao lateral-direito Rafael, do Botafogo, e ao técnico Luís Castro pelas expulsões no clássico contra o Flamengo, dia 30 de abril, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Luís Castro, que deixou o clube e hoje é o técnico do Al-Nassr, e Rafael receberam suspensão de um jogo convertida em advertência.

O treinador foi denunciado no artigo 258 (conduta contrária à disciplina e à ética) por conta da reclamação contra a árbitra Edina Alves Batista, enquanto Rafael foi julgado em virtude do cartão vermelho recebido após atingir Everton Cebolinha.

O caso foi julgado nesta quinta-feira no Pleno do STJD depois que o Botafogo recorreu da decisão em primeira instância. Quem defendeu Luís Castro e Rafael foi a advogada Juliana Andrade, da SAF alvinegra.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas