Técnico do Botafogo, Luís Castro mostra orgulho em visitar terra natal de Garrincha: ‘Dia que vai ficar marcado para sempre’

30 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Técnico do Botafogo, Luís Castro mostra orgulho em visitar terra natal de Garrincha: ‘Dia que vai ficar marcado para sempre’
Vitor Silva/Botafogo

Técnico do Botafogo, Luís Castro visitou nesta segunda-feira Pau Grande, em Magé, terra natal de um dos maiores ídolos da história do clube, Mané Garrincha. Em entrevista à Botafogo TV, o português mostrou orgulho de poder representar o Glorioso naquele momento e revelou que este 30 de maio será um dia que ficará marcado para sempre em sua memória.

– Queria muito vir aqui. Não queria vir de uma forma tão midiática, confesso, mas tenho que aceitar. Queria vir aqui porque era um lugar do mundo em que eu desejava estar. E chegar aqui ainda por cima representando o mesmo clube que o Garrincha representou, mas eu de uma forma diferente, porque eu ao pé do Garrincha sou zero e o Garrincha mil. Sinto um orgulho enorme de representar o Botafogo também por isso, de colocar ao peito a Estrela Solitária que Garrincha transportou também, e para mim é uma emoção grande. É um dia que vai ficar para sempre – disse.

Durante a visita a Pau Grande, Luís Castro conheceu os familiares de Garrincha, presenteou alunos da Escola Municipal Mané Garrincha com brindes do Botafogo e conheceu o Estádio Municipal Mané Garrincha e o campinho de que o Anjo das Pernas Tortas deu seus primeiros dribles.

– É um privilégio estar aqui. Isso é a história. E depois há pessoas que ainda falam que ainda são de um clube porque um clube ganha ou porque perde. Você é de um clube porque assenta tudo numa história, é isso que nos atrai aos clubes. A história daquela taça, desse campo… Isso tem que fazer das torcidas orgulhosas e as administrações cuidarem do clube. Uma coisa é a liberdade, e outra são os locais em que nos sentimos livres. E eu senti essa liberdade aqui – afirmou o treinador alvinegro, completando:

– A cidade se sente feliz não é porque veio aqui o Luís Castro, ou porque veio aqui o treinador do Botafogo. O que seu senti é que a cidade se sente feliz por ter tido um Garrincha que é deles, e que veio alguém aqui que mais uma vez veio lembrar Garrincha. A cidade precisa que pessoas venham para exaltar Garrincha e o mantenham tão vivo como ele merece estar na história.

Veja o vídeo da Botafogo TV:

Fonte: Redação FogãoNETe Botafogo TV

Notícias relacionadas