Túlio Maravilha revela que saída do Botafogo para Corinthians, em 1997, foi por causa de salário atrasado

41 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Túlio Maravilha e Mauricio Meirelles com camisa do Botafogo
Reprodução

O ex-jogador e um dos principais ídolos do Botafogo, Túlio Maravilha, revelou em entrevista ao programa “Foi Mau” da RedeTV, apresentado pelo comediante Maurício Meirelles, que em 1997, a saída do Glorioso para o Corinthians foi por causa de salário atrasado.

“Naquela época o Botafogo estava mal financeiramente, estava sem pagar”, disse, ao programa ‘Foi Mau’, apresentado por Maurício Meirelles na RedeTV!. “Os jogadores me pediam: ‘Pelo amor de Deus, Túlio, vai embora, porque com o dinheiro da sua venda, vai pagar todo mundo aqui'”, disse o ex-jogador.

Na época, a transferência rendeu US$ 4 milhões de dólares para o Botafogo que não pestanejou. No entanto, ao contrário da diretoria do Glorioso, a torcida criticou a saída do atleta para o Corinthians, chamando-o de “Traidor e mercenário”.

No Timão, Túlio não conseguiu se destacar e foi transferido para o Vitória para em seguida retornar para o Botafogo. Durante o programa, o ex-jogador relembrou de conquistas como o triunfo sobre o Santos, no Campeonato Brasileiro, em 1995.

“Esse título foi como uma Copa do Mundo para o botafoguense. O Túlio Maravilha é o que é hoje graças a esse gol contra o Santos na final do Pacaembu“.

Além disso, o artilheiro dos 1.001 gols, relembrou de polêmicas fora do campo e também quando aceitou pousar para a revista G Magazine, em 2003.

“Estava jogando no Atlético Goianiense e aí surgiu essa proposta. E a ‘G’ na época era o auge, só perdia para a Playboy. Eu tava de bobeira, era uma grana boa, qual o problema? Minha esposa foi minha inspiração, então não tem mal nenhum”.

Fonte: O Dia Online e RedeTV!

Notícias relacionadas