Mais uma que você não lerá na Fla-Press. De acordo com o borderô do clássico, o Flamengo levou apenas 238 torcedores pagantes ao Setor Sul do Estádio Nilton Santos na vitória do Botafogo por 2 a 0. O pífio público é o terceiro menor dos visitantes no Campeonato Brasileiro, “ganhando” apenas de Ponte Preta e Avaí.

Até o comentarista Mauro Cezar Pereira alfinetou.

Enquanto se propagam frases de efeito, como “maior torcida do mundo” e “nação”, os números mostram mais uma vez que não passa de moda, como diz a faixa na torcida do Botafogo.


EngaNação: torcida calada que não faz qualquer diferença

Confira abaixo os públicos dos visitantes no Niltão no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil:

Botafogo 2 x 0 Flamengo – 238 torcedores
Botafogo 1 x 0 Grêmio – 421 torcedores
Botafogo 1 x 2 Palmeiras – 1.011 torcedores
Botafogo 3 x 4 São Paulo – 2.602 torcedores
Botafogo 3 x 0 Atlético-MG – 740 torcedores
Botafogo 2 x 1 Sport – 383 torcedores
Botafogo 1 x 1 Atlético-MG – 285 torcedores
Botafogo 0 x 2 Avaí – 36 torcedores
Botafogo 3 x 1 Vasco – 3.079 torcedores
Botafogo 2 x 2 Coritiba – 270 torcedores
Botafogo 1 x 0 Bahia – 455 torcedores
Botafogo 2 x 0 Ponte Preta – 67 torcedores
Botafogo 2 x 1 Sport – 272 torcedores

Não será surpresa se tentarem culpar o Botafogo por “fechar os portões” ou “colocar caixas de som voltadas para a torcida adversária”.