Demorou quase um ano, mas o técnico Jair Ventura reencontrou o Botafogo. O fato foi adiado duas vezes: uma na demissão do Santos antes de enfrentar o Fogão e outra quando o técnico descartou volta ao clube, logo após a saída de Marcos Paquetá. Domingo não teve jeito.

Jair Ventura encontrou o carinho dos jogadores, que fizeram fila para cumprimentá-lo no pré-jogo, e demonstrou gratidão ao Botafogo em entrevista antes de a bola rolar.

– É diferente, praticamente fui formado aqui, como treinador e pessoa. Carinho que vou ter sempre. Mas hoje estou defendendo o Corinthians e buscando a vitória – disse o treinador à TV Globo.

Porém, neste momento as coisas começaram a ficar difíceis para Jair Ventura, xingado pela torcida do Botafogo no Estádio Nilton Santos, como mostra o vídeo abaixo do twitter Botafogo no Coração.

Dentro de campo, ele armou uma equipe altamente defensiva, com retranca, linhas baixas, três volantes (dois unicamente de marcação – Ralf e Gabriel), um lateral defensivo (Avelar) e Danilo improvisado de centroavante.

O Corinthians chamou tanto o Botafogo que levou o gol de cabeça de Rodrigo Lindoso, com desvio em Ralf. Em desvantagem, fez como nos tempos de Botafogo e começou a colocar jogadores mais ofensivos. O problema é que seu time não tem criatividade ou jogadas trabalhadas, quando está perdendo se resume ao velho chuveirinho, cruzar bolas a esmo na área. E ficou aberto para o contra-ataque, mas o Fogão não teve qualidade e competência para matar o jogo, vencendo graças a um milagre de Gatito no fim.

Após a partida, Jair Ventura foi duramente criticado pela imprensa paulista. E não escapou das provocações da torcida alvinegra, como mostrou o repórter Igor Carvalho, da Rádio Grande Rio.

A referência é a uma infeliz frase do treinador em 2017, quando o Botafogo estava perto de se classificar para a Libertadores. Relembre:

– A gente fala em obrigação. Você já escalou o Monte Everest? Não podemos ter obrigação com uma coisa que nunca aconteceu. O Botafogo nunca foi em dois anos seguidos para a Libertadores. Nunca fui à Lua. Vamos procurar essa classificação, mas sem pressão.

No fim, o Botafogo saiu sem a vaga na Libertadores e frustrado, tal qual Jair após o jogo deste domingo.