Jeferson será o primeiro reforço do Botafogo para 2020. Uma reunião entre representantes do jogador e dirigentes do Alvinegro definiram o acordo. O apoiador foi um dos destaques do Paulista de Jundiaí na conquista da Segunda Divisão do Campeonato Paulista. Entretanto, o anúncio oficial só vai acontecer após 8 de dezembro, quando o Glorioso encerra a sua participação no Campeonato Brasileiro. O objetivo é não tirar o foco da luta contra o rebaixamento. Contudo, a negociação foi confirmada por uma fonte da diretoria.

Os empresários do atleta vinham negociando com Gustavo Noronha, que deixou a vice-presidência de futebol no começo do mês. Porém,o jogador já tinha o aval de Carlos Augusto Montenegro e Manoel Renha, este quem tratou de levar o nome de Jeferson aos atuais dirigentes do departamento de futebol. Na terça-feira uma conversa entre os empresários do jogador, Ricardo Rotenberg, vice-presidente de futebol, e o diretor Anderson Barros encaminhou o acerto.

O Botafogo vinha adiando as reuniões com os representantes do atleta para não tirar o foco no time que luta contra o rebaixamento. Entretanto, o interesse do Fortaleza no jogador fez com os dirigentes alvinegros acelerassem o processo.

Nesta quarta-feira à tarde, diante da repercussão do anúncio, Ricardo Rotenberg procurou o FOGÃONET para negar o acerto. Segundo ele não houve a reunião divulgada: “Não teve reunião, não está sendo negociado”, disse o dirigente.

Este blog porém mantém a informação, confirmada junto a duas fontes.

Botafogo terá 60% dos direitos federativos de Jeferson

Pelo acordo o Botafogo vai ficar com 60% dos direitos federativos de Jeferson, que permanecerá com o restante. O contrato, que será assinado nos próximos dias, terá duração de um ano. Contudo, pode sere prorrogado de forma automática.

O interesse em Jeferson, de 23 anos, surgiu por conta do bom desempenho do jogador com a camisa do Paulista. Ele foi o destaque do time na conquista da Segundona do Paulistão, anotando 11 gols, a maioria deles em partidas decisivas. O jogador é atacante de origem, entretanto, pode jogar como apoiador.

O nosso blog antecipou o interesse do Botafogo no dia 14 de novembro e na época Jeferson vivia a ansiedade de um acordo.

– Uma possível negociação seria muito bem vista. Seria uma honra vestir a camisa do Botafogo. Um clube com uma história gigante e com uma torcida maravilhosa – disse Jeferson ao nosso blog na ocasião.

Jeferson, que teve passagem nas categorias de base do Vasco e do Internacional, tem contrato com o Paulista até 30 de novembro.