Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Qual pandemia? Tabela do Botafogo mostra festival de equívocos da CBF

23 comentários

Blog do Mansell

Blog do Mansell

Compartilhe

Chay - Londrina x Botafogo
Ricardo Chicarelli/Londrina EC

A tabela da Série B do Campeonato Brasileiro é uma homenagem ao coronavírus. Em tempos de pandemia, onde o ideal é evitar excesso de viagens desnecessárias, a CBF mostra toda a sua falta de sensibilidade. Vou me ater ao Botafogo, que é o nosso assunto aqui. Mas acredito que outros clubes enfrentem o mesmo problema.

Na última quinta-feira o Botafogo empatou por 2 a 2 com o Londrina no Paraná. Depois cruzou o país para medir forças com o Náutico em Pernambuco. O que vimos foi um pesado desgaste do elenco. O técnico Marcelo Chamusca mesmo explicou que tirou Chay no intervalo temendo problemas físicos.

Mas será que isso poderia ser evitado? Vamos para a sequência da competição e teremos a resposta. Após se revezar com jogos em casa e fora, o Botafogo fará dois duelos como visitante em sequência na nona e décima rodadas. No sábado 3 de julho, um sábado, vai a Santa Catarina duelar com o Avaí. Na terça-feira seguinte visita a bela Maceió para duelar com o CRB.

Além disso, na segunda parte do primeiro turno, o Botafogo jogará mais duas vezes no Sul, contra Brusque e Operário, e uma vez no Nordeste, diante do Confiança.

Ideal era organizar blocos de viagens

Rafael Navarro - Náutico x Botafogo - Série B
Botafogo sentiu o desgaste contra o Náutico

Será possíuel que a CBF não poderia organizar seus jogos em blocos mais inteligentes com o objetivo de evitar este excesso de viagens longas em tempos de pandemia. Por que não fazer em sequência os duelos contra Londrina e Operário, ambos no Paraná? Ou então organizar uma única viagem a Santa Catarina para duelos com Brusque e Avaí. Além disso poderia fazer blocos de dois jogos fora de casa no Nordeste.

Entendo que uma dessas situações talvez não pudesse ser evitar por conta do equilíbrio da competição. Mas todas? Com a palavra a CBF.

Notícias relacionadas
Comentários