Carlos Eduardo Sangenetto
17/11/2017
Rio de Janeiro (RJ)

Bruno Silva jogou mal, muito mal. Tirando João Paulo e Carli, quem se destacou positivamente? Ninguém. A equipe entrou em colapso, se perdeu, Jair Ventura terá que recuperar o grupo faltando apenas três rodadas para o fim do Brasileirão. Perder para o lanterna do campeonato dentro de casa e as consequentes e naturais vaias são coisas do futebol. Coisas muito chatas.

Se fosse qualquer um aqui jogando uma pelada teria uma reação parecida, é do jogo, tiramos o colete ou a camisa, jogamos no chão, vamos putos para casa. Mas na hora de colocar a cabeça já morna no travesseiro para dormir, as coisas vão se acalmando e fazemos nossas reflexões.

Bruno Silva no treino do Botafogo
Bruno Silva se retratou com os torcedores do Botafogo (Foto: Satiro Sodré/SSPress/BFR)

Só que no caso de Bruno, a tal cabeça quente foi acompanhada de desrespeito. Um gesto para os torcedores, que sempre o apoiaram e o destacaram como um dos melhores do elenco, ultrapassa os limites de qualquer temperatura elevada. Nisso concordamos, mas beleza, o que deve ser feito a partir de agora? Isso é questão para comissão técnica e diretoria trabalharem internamente (o jogador não deve ser afastado). Mas o que fez Bruno? Fez o que tinha que fazer, pessoal. Refletiu sobre o tremendo vacilo e se manifestou rapidamente. Básico, destaquemos. Não poderia demorar mais nenhuma hora.

Apesar de não ter garantido que ficará no Fogão na próxima temporada em seu comunicado no Instagram (se quiser ir, pague a multa), o camisa 8 diz que quer colocar o clube novamente entre os “gigantes da América” para fechar o ano com “chave de ouro”. É o mínimo que a gente espera novamente, Bruno.

Reconhecemos seu bom futebol, mas que suas próximas retratações sejam dentro de campo. Brade para as câmeras novamente, como você cansou de fazer durante a temporada, nos enchendo de orgulho. Mostre que você estava certo o tempo todo, bola você tem. Mas lembre-se de que nem todo jogo tem aquele gosto de Libertadores e que o Glorioso te projetou nacionalmente.

Cabe também à torcida do Botafogo uma leitura dos fatos consciente. Tumultuar o que está confuso não é nada interessante. Faltam três passos para voltarmos à Liberta. Vamos continuar fazendo a nossa parte.

Saudações alvinegras!

Bruno Silva durante aquecimento de jogo do Botafogo
Bruno Silva disse que se esforçará para fechar o ano de 2017 ‘com chave de ouro’ (Foto: Vitor Silva/SSPress/BFR)