De olho no rival do Botafogo

Carlos Eduardo Sangenetto

Se o time reserva do Botafogo ficou com o vice-campeonato da Taça Rio no último compromisso oficial antes da terceira rodada da Libertadores, os titulares do Barcelona de Guayaquil também não tiveram um domingo dos melhores. Os Amarillos perderam o clássico da cidade para o Emelec, no Estádio George Capwell, por 1 a 0, caíram para sétima colocação no Campeonato Equatoriano e ainda podem perder o capitão da equipe.

Alvez é expulso no clássico entre Barcelona e Emelec em GuayaquilÁlvez deixou o Barcelona com um a menos no início do jogo
(Foto: Reprodução/Internet)

O jogo já era fora de casa, não bastando isso, o próximo rival do Fogão se atrapalhou de vez logo aos 20 minutos do primeiro tempo, quando o atacante uruguaio Jonathan Álvez recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso após parar um contra-ataque do Emelec com um carrinho por trás.

Com a expulsão, o Barcelona, apesar de mostrar garra e não entregar os pontos, ficou sem força ofensiva, não levou perigo os mandantes e viu o adversário marcar o gol da vitória aos 15 minutos da segunda etapa com Marlon de Jesús. Com esse nome, uma benção de Páscoa para o time azul de Guayaquil.

Os pontos fracos do Barcelona no clássico que podem ser explorados pelo Botafogo:

Velocidade x velocidade
Já sabemos que a correria no ataque com seus  jogadores velozes é a principal arma do Barcelona. Porém, o próprio veneno também é letal. Foi dessa maneira que os visitantes tiveram um jogador expulso e também saiu o gol do Emelec. O único gol do duelo começou numa troca de passes na lateral direita, na altura do círculo central, e terminou com um simples cruzamento rasteiro para área, daqueles de videogame, resultando no arremate de Jesús.

Jogada que resultou no gol do Emelec contra o Barcelona de GuayaquilTabelinha rápida resultou no cruzamento do gol do Emelec (Foto: Reprodução/Internet)

Arriscar de fora da área
Chutar de longe parece uma boa ideia quando aparecer espaços no Monumental Isidro Romero Carbo na próxima quinta-feira. No clássico deste domingo, o goleiro Banguera espalmou uma finalização no meio do gol para frente da área. Testá-lo com certa distância pode ser uma opção interessante para Rodrigão Pimpão e companhia.

Banguera dá rebote para chute de Marlon de Jesus no clássico Emelec x Barcelona em GuayaquilBanguera espalma bola para o meio em chute de fora da área (Foto: Reprodução/Internet)

Capitão machucado
Os barcelonistas ficaram muito preocupados com a lesão do volante argentino Matías Oyola, que precisou ser substituído no início do segundo tempo. O capitão de 34 anos de idade é um dos principais ladrões de bola da equipe e jogou seis das oito partidas da temporada como titular. Um exame de ressonância magnética foi realizado na manhã desta segunda-feira e diagnosticou um problema nos ombros e no braço esquerdo de Oyola. O médico do clube, Gustavo Peralta, disse ao site Estadio que o jogador já iniciou sua recuperação e ainda será reavaliado para a partida contra o Botafogo.

Saudações alvinegras!