Botafogo projeta montar ‘ótimo elenco’ para 2023 e rechaça rumores sobre falta de investimento: ‘Absurdo completo’

306 comentários

Carlos Eduardo Sangenetto

Carlos Eduardo Sangenetto

Compartilhe

Luís Castro e elenco no treino do Botafogo no Espaço Lonier em janeiro de 2023
Vítor Silva/Botafogo

Você certamente pensou, leu ou ouviu nesta virada de 2022 para 2023 que o Botafogo iria segurar os cofres e não fazer grandes investimentos no time profissional para temporada. E o sentimento é natural, já que o clube teve problemas no fluxo de caixa no fim do ano passado, não movimentou tanto o mercado de transferências como nas últimas janelas até então e tem a parte estrutural como uma das prioridades para os próximos meses. Exposto isso, o Boletim do C.E foi consultar algumas fontes da SAF alvinegra pra saber se a expectativa está alinhada ou desarranjada com os torcedores alvinegros.

Qualquer rumor em relação à falta de recursos foi sumariamente desconsiderado e tratado como um “absurdo completo”. A diretoria do Botafogo traça como objetivo perseguir e permanecer no “nível de investimento dos cinco primeiros clubes da Série A do Brasileirão, mas também tem a preocupação de que a parte mais ansiosa dos botafoguenses entenda que gastar no nível de Flamengo e Palmeiras, por exemplo, ainda está muito distante. Trata-se de um processo gradativo.

Se tem alguém que ache isso, vai se decepcionar“, disse uma importante liderança à coluna do FogãoNET.

Com os “pés no chão”, o Botafogo garante estar despreocupado para montagem do elenco para 2023. E mais, ainda espera qualificar o plantel após a chegada dos jogadores contratados no ano passado. Foram 21 reforços que se apresentaram no Estádio Nilton Santos.

Estamos muito tranquilos para montar um ótimo elenco esse ano” – acrescentou.

Sobre possíveis turbulências no caminho, o Botafogo acredita que os acordos firmados para temporada, como a chegada da Parimatch, nova patrocinadora master, e Reebok, fornecedora de uniformes, e demais compromissos vão permitir uma saúde financeira que assegure a manutenção do projeto e a consequente evolução do Glorioso esportivamente, alcançando resultados melhores nas competições. Em 2023, serão quatro: Campeonato Carioca (já em andamento), Copa do Brasil, Copa Sul-Americana e Campeonato Brasileiro.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas