O técnico Jair  Ventura foi demitido do Santos na tarde desta segunda-feira com um aproveitamento de 44,4% no comando do time paulista (14 vitórias, 10 empates e 15 derrotas). Foi o primeiro trabalho do treinador desde a saída do Botafogo no fim de 2017, ano que o Fogão despencou na tabela nas últimas rodadas do Brasileirão e ficou sem a vaga na Libertadores da atual temporada.

Apesar de ser reconhecido nacionalmente em sua primeira experiência como profissional, levando o Fogão às quartas de final da Liberta, Jair deixou o Glorioso sem a simpatia da torcida após a polêmica “declaração do Everest” em novembro, quando minimizou as cobranças da classificação alvinegra ao torneio continental.

“A gente fala em obrigação. Você já escalou o Monte Everest? Se você escalá-lo a primeira vez, tem obrigação de chegar no topo? A gente quer muito, mas o Botafogo nunca chegou duas vezes seguidas na Libertadores. Eu nunca fui à Lua… Não podemos ter obrigação”, disse na época.

O Boletim do C.E pergunta para você: Jair tem as portas abertas em General Severiano ou o ranço tomou conta dos botafoguenses? Vote na enquete em cima da matéria! O resultado será publicado em breve no FOGÃONET.