A proposta do Juventude para Gustavo Bochecha, noticiada pelo jornalista Thiago Veras, da Super Rádio Tupi, nesta quarta-feira, é considerada como “plano C” da diretoria do Botafogo para negociar o meio-campista de 23 anos, que ficou sem espaço no elenco liderado pelo técnico Paulo Autuori.

Máscaras do FogãoNET para torcedores do FogãoNET durante a quarentena da pandemia do novo coronavírus (COVID-19)
O Boletim do C.E apurou que a oferta do clube gaúcho, recém promovido para a Série B do Campeonato Brasileiro, é menos atraente que duas outras possibilidades, tanto para General Severiano quanto para o jogador.

O Comitê Executivo de Futebol do Botafogo aguarda propostas do exterior, também para liberá-lo em definitivo. Segundo informações verificadas pela coluna do FogãoNET, já houve sondagens ao atleta, uma delas de Portugal.

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo | Cupom de 10% de desconto

‘Quero e preciso jogar’

Desde o início da temporada, quando a equipe ainda era comandada por Alberto Valentim, Gustavo Bochecha tem aparecido no noticiário como um nome fora dos planos do clube. O jovem chegou enxergar um empréstimo de forma positiva. Em entrevista recente ao GloboEsporte.com, ele declarou que “quer e precisa jogar”.

Durante a quarentena, Bochecha foi elogiado pelo ex-treinador alvinegro Eduardo Barroca e pelo atual auxilar técnico Bruno Lazaroni. Barroca disse que o volante tem uma “capacidade técnica acima da curva”. Lazaroni também destacou suas competências e torce pela “volta por cima” do jogador.

Bochecha deve ser negociado pelo Botafogo? Vote!

Fonte: Redação FogãoNET