Carlos Eduardo Sangenetto
06/10/2017
Rio de Janeiro (RJ)

Na apresentação de ideias e propostas da chapa alternativa para eleição no Botafogo, Marcelo Guimarães, candidato a presidente do “Futuro Alvinegro“, não poderia deixar de falar sobre o futebol do clube, que apresentou bons resultados na temporada 2017, apesar da seca de títulos expressivos continuar em General Severiano.

Mauro Sodré e Marcelo Guimarães, candidatos à eleição no BotafogoSodré e Guimarães lideram o Futuro Alvinegro para as eleições de novembro (Foto: C.E Sangenetto/FOGÃONET)

E quando tratou do assunto, o ex-diretor de marketing do clube sobrevoou passado e o presente e adiantou algumas intenções para o futuro caso vença a dupla formada por Nelson Mufarrej e Carlos Eduardo Pereira nas urnas, no dia 25 de novembro. Guimarães mostrou-se desapontado com a atual situação do goleiro Jefferson – o ídolo é reserva do paraguaio Gatito Fernández.

– O grupo político que está no poder pegou o Jefferson titular da Seleção Brasileira, fizeram uma campanha patética nas redes sociais pedindo dinheiro para o torcedor sem nenhuma contrapartida. Arrecadaram no fim da grande campanha R$ 25 mil, isso não paga seis dias de salário dele. Depois o rapaz entrou numa série de lesões e tenho razões para acreditar que poderia ter sido diferente. E eu finalizo vendo ele no banco, cara. Eu gosto muito do Gatito, mas desconstruíram o Jefferson. Vão entregar o Jefferson no banco sob a desconfiança dos torcedores. Muito triste – lamentou.

A temporada de 2018 também foi abordada. Perguntado se permaneceria com o técnico Jair Ventura e o gerente de futebol Antônio Lopes, Marcelo adiantou apenas o que pensa sobre o treinador.

– O Jair é prata da casa. Nos últimos dez anos, nossa base vem formando atletas de bom nível. Eu não tenho a menor dúvida sobre o Jair – afirmou.

Jefferson e Jair Ventura no treino do Botafogo no Estádio Nilton SantosJefferson e Jair foram assunto no lançamento da chapa de Marcelo Guimarães (Fotos: Vitor Silva/SSPress/BFR)

Montillo pode voltar ao Botafogo?

O retorno de Walter Montillo, principal contratação da atual diretoria para a disputa da Libertadores-2017, também foi pauta na conversa com jornalistas. O meia argentino, que precisou deixar o Fogão no fim de junho por causa de seguidas lesões, deixou em aberto uma possível volta à equipe em 2018. Mas Marcelo aceitaria?

– O Montillo comoveu a todos. Aquela despedida foi de uma grandeza e passou uma imagem espetacular. Mas como Montillo virá? Se for aquele Montillo que andou pelo Botafogo… Eu acho que por algum motivo ele não conseguiu desenvolver o esplendor do seu futebol. Mas pela grandeza de seu gesto, será com certeza absoluta ouvido porque ele merece isso – concluiu.

Montillo saiu do Botafogo em junho de 2017Montillo foi o principal reforço do Botafogo para 2017 (Foto: Satiro Sodré/SSPress/BFR)