O técnico do Botafogo, Vagner Mancini, conversou com um grupo de torcedores que cobravam participação nos treinamentos. Atencioso, o comandante respondeu a todas as perguntas, mas se enrolou quando perguntado sobre a entrega do grupo. “[Eles se doam] Ao máximo. Uma coisa é se doar, e outra coisa é o cara não ter a capacidade para fazer o que vocês e o que eu estou esperando”, afirmou.

Resumo da conversa:

Mancini: “Não é de torcedor, diretor ou jogador. Eu sou do bem e sou reto, não tem outra conversa. Se não tiver correndo, não vai jogar”.

Torcedor: “Então não vai entrar ninguém em campo, porque ninguém está correndo”.

Mancini: “Aí é opinião pessoal tua”.

Torcedor: “Não é opinião, é o que todo mundo está vendo”.

Mancini: “Vocês podem assistir treinamento, conversar com os jogadores é com o clube. Da arquibancada podem ver à vontade, faz parte da nossa vida. Não estamos aqui para impedir”

Torcedores: “A gente quer que eles vejam que estamos juntos e apoiando. Eles estão se doando?”

Mancini: “[Eles se doam] Ao máximo. Uma coisa é se doar, e outra coisa é o cara não ter a capacidade para fazer o que vocês e o que eu estou esperando”

Torcedores: “Quer dizer que o time é ruim?” (risos)

Mancini: “O Botafogo chega com 20 minutos e não tem perna. Não aguenta”.

Fonte: Blog Sem Firula - Cláudio Portella - Fox Sports