A vitória de 2 a 0 do Botafogo sobre o Campinense garantiu o Glorioso na segunda fase da Copa do Brasil. Mas o técnico Zé Ricardo e os dirigentes, embora evitem falar abertamente, deixaram a Paraíba com uma certeza: é preciso intensificar a busca por um centroavante. Isso por que, mesmo com o time fluindo bem ofensivamente e tendo oportunidades de gol, Kieza mais uma vez teve uma atuação abaixo do esperado.

Durante a semana o diretor de futebol Anderson Barros manteve conversas com representantes de Rafael Moura, que vinha defendendo o América-MG. A repercussão porém foi muito negativa junto a torcedores e o presidente Nelson Mufarrej pediu que as conversas esfriassem. O jogador passou a ser uma espécie de alternativa caso outras frentes de possibilidades acabem não se abrindo no horizonte alvinegro.

Enquanto isso o técnico procura alternativas dentro do elenco. Recuperado de lesão na coxa direita, o meia João Paulo entrou bem no segundo tempo na Paraíba e pode virar titular diante do Defensa Y Justicia na próxima quarta-feira, no Estádio Norberto Tomaghello, em Buenos Aires, na Argentina, pelo confronto de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. Como ganhou por 1 a 0 na ida e terá a vantagem do empate, o Alvinegro pode cadenciar seu toque de bola. Neste cenário, o apoiador ganharia justamente a vaga de Kieza, deixando Erik como principal referência no ataque.

O elenco do Botafogo retornou da Paraíba nesta quinta-feira e os jogadores foram liberados em seguida. A reapresentação do plantel acontece nesta sexta-feira, quando começa a preparação para o embate contra os argentinos.

Vote na enquete abaixo:

Fonte: Gazeta Esportiva