A interdição do Engenhão em março deste ano por problemas estruturais na cobertura causou um prejuízo de R$ 20 milhões ao Botafogo. Sem poder utilizar o estádio João Havelange, o time carioca teve de mandar seus jogos em diversos locais, entre eles, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, e no Maracanã, na capital.

– O Botafogo calcula um prejuízo de R$ 20 milhões sem o Engenhão. A interdição matou o nosso ano – declarou o presidente Mauricio Assumpção, durante o Fórum de Gestão de Estádios e Arenas, nesta terça-feira, em São Paulo.

Fonte: Blog De Prima - Lancenet!