Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Botafogo escreve carta à CBF responsabilizando Sheik para evitar retaliações

0 comentários

Compartilhe

Ao recorrer a uma câmera de TV para criticar a CBF, Emerson Sheik fez a diretoria do Botafogo voltar-se para dois focos: enquanto o departamento jurídico rascunhava uma carta eximindo o clube da responsabilidade sobre a declaração do jogador, o presidente do clube, Mauricio Assumpção, convocava os dirigentes de futebol para uma reunião, com o objetivo de dar um basta às expulsões.

Na impossibilidade de multar Sheik, que tem o salário pago pelo Corinthians, a diretoria decidiu deixá-lo como protagonista solitário nas críticas à arbitragem. A CBF receberá uma carta na qual a diretoria do clube deixa claro que seu pensamento não condiz com o do jogador, que referiu-se à entidade como uma “vergonha”. A intenção é evitar o confronto com os árbitros e a própria diretoria da CBF e, de quebra, livrar-se de possíveis retaliações, logo quando o Botafogo, atolado na zona de rebaixamento, mais precisa de paz.

Para salvar seu filme, cada vez mais queimado com a CBF, a diretoria alvinegra exigirá que os jogadores evitem os cartões. Com cinco expulsões nos últimos quatro jogos do Campeonato Brasileiro (veja abaixo), o Botafogo vem de quatro derrotas seguidas na competição.

Como o time já viaja na manhã desta sexta-feira para Santa Catarina, a conversa com os jogadores será somente após a partida de sábado, contra o Criciúma, na reapresentação no Rio. Os jogadores serão alertados na ocasião para o excessivo número de expulsões que estão atrapalhando ainda mais a desastrosa campanha alvinegra no Brasileirão.

Cinco expulsões em setembro

Dankler

Atingiu Carlos Alberto, do Atlético-MG, com uma rasteira, numa disputa de bola.

Aírton

Após cometer uma falta em Alexandre Pato, do São Paulo, ainda pisou na sua cabeça.

Ramires

Deu um tapa no rosto de Uelliton, do Bahia, numa disputa de bola.

Emerson Sheik

Já pendurado com um cartão amarelo devido a reclamação, chutou a coxa de Uelliton, do Bahia, numa disputa de bola. Expulso, ainda xingou o árbitro Igor Benevenuto e dirigiu-se a uma câmera de televisão para criticar a CBF.

Julio Cesar

Já nos acréscimos do jogo contra o Bahia, bateu palmas para o árbitro Igor Benevenuto e lhe sugeriu que vestisse a camisa do Bahia. Após ganhar cartão vermelho, o lateral -esquerdo usou palavrões para xingar o árbitro e ainda humilhou-o, dizendo que ele deveria apitar a Série C do Campeonato Brasileiro.

Comentários