Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 00:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Botafogo leva só 26% da renda em Brasília, mas lucra mais do que no Maracanã

0 comentários

Compartilhe

Pensando na parte financeira, o Botafogo abriu mão de atuar ao lado de seus torcedores no Maracanã e transferiu o jogo contra o São Paulo, na última quarta-feira, para Brasília. A mudança de local, no entanto, teve o seu preço. Além da derrota por 4 a 2 no Mané Garrincha, que teve a grande maioria do público formado por são-paulinos, o clube carioca levou apenas 26,6% da renda bruta de R$ 1.975.740,00, diante de 24.857 pagantes nas arquibancadas.

Mesmo assim, o faturamento do Alvinegro, que foi de R$ 525.655,00, é superior ao maior valor arrecadado pelo clube em jogos no Maracanã no Brasileirão deste ano. A melhor marca no Rio de Janeiro foi de R$ 143.685,49, no empate com o Cruzeiro por 1 a 1, no dia 2 de agosto. Na ocasião, a renda bruta foi de R$ 419.650,00 e apenas 12.304 pessoas pagaram ingresso.

Apesar de atrair muitos torcedores jogando fora do Estado do Rio, a diferença entre o dinheiro arrecadado com a venda de ingressos e o valor que o Botafogo de fato coloca nos cofres chama a atenção.

Na partida do último domingo no Mané Garrincha, o borderô aponta despesas altas em diversos items: R$ 296.361,00 de taxa de ocupação de estádio, R$ 191.654,00 de despesa de jogo, mais R$ 191.654,00 de taxa da Ferj e R$ 114.893,39 da operadora do jogo, por exemplo.

Depois da derrota para o São Paulo na quarta, o técnico botafoguense Vagner Mancini foi questionado sobre o fato de a equipe atuar longe do Rio de Janeiro, deu a sua opinião e lamentou a situação.

“Óbvio que todos nós gostaríamos de jogar no Maracanã ou no Engenhão, mas essa é uma situação diferente de tudo o que já vivemos no futebol. Hoje a necessidade faz isso e ainda haverá outros jogos. O torcedor do Botafogo está sofrendo porque não pode ver seu time de perto, e o time também. Tivemos a sensação de ver o São Paulo no Morumbi, com a maioria apoiando. A solução é o clube se reestruturar e equacionar o aspecto financeiro para que as coisas voltem aos seus devidos lugares”, afirmou Mancini.

Em crise financeira e com os salários atrasados de atletas e funcionários, a diretoria do Botafogo vem buscando grana nesses jogos fora do Maracanã. No dia 17 de agosto, o time já tinha atuado em Brasília pelo Brasileiro, na vitória sobre o Fluminense, por 2 a 0, quando teve faturamento de R$ 585.205,00, praticamente a mesma proporção de agora, de apenas um quarto da renda bruta de R$ 2.252.700,00, para 29.185 pagantes.

E o torcedor carioca ainda terá mais dificuldades para acompanhar de perto o Alvinegro. A diretoria já acertou para mandar em Manaus, na Arena da Amaônia, as partidas contra Corinthians, no dia 12 de outubro (28ª rodada), e contra Flamengo, dia 26 de outubro (31ª rodada).

Comentários