O vice-presidente de futebol do Botafogo, Gustavo Noronha, afirmou que o clube vai entrar com uma representação nesta segunda-feira junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) contra o árbitro do jogo contra o Palmeiras, Paulo Roberto Alves Junior (PR).

O Botafogo acabou derrotado por 1 a 0 graças a um gol de pênalti assinalado com a ajuda do VAR. No lance, o árbitro havia marcado simulação de Deyverson, mas após consultar o vídeo em câmera lenta marcou toque de Gabriel no centroavante palmeirense.

Péssima atuação do árbitro. Vamos representar contra ele amanhã (no caso, segunda-feira) – disse Noronha, em declaração reproduzida pelo repórter Thiago Veras, da Rádio Tupi.

Após o jogo, o zagueiro Gabriel reclamou muito da atuação do árbitro e classificou a situação como “vergonhosa”.

Fonte: Redação FogãoNET