Acabou o ciclo de Rafael Marques no Botafogo. O jogador foi ao Engenhão na manhã de ontem e se despediu dos jogadores do Glorioso. O atacante viaja na segunda-feira que vem para a China, onde vai assinar com o Henan Jianye. Com a negociação, o Alvinegro receberá cerca de R$ 7 de milhões, já que detinha 50% dos direitos econômicos dele.

Rafael Marques não treinou nesta ontem, já que estava acertando os últimos detalhes da negociação com o empresário dele, Eduardo Uram. O atacante vai a Araraquara, em São Paulo, para visitar a família e descansar antes da viagem. Vale lembrar que Hyuri também foi vendido para a China nos últimos dias e Seedorf virou técnico do Milan.

Conforme o L!Net antecipou na semana passada, Rafael Marques sentiu-se pressionado pela diretoria alvinegra a aceitar esta proposta da China. Apesar de ainda não ter rescindido com o Botafogo (o que será feito nos próximos dias), a cúpula do futebol alvinegra viu na saída dele uma oportunidade de fazer caixa e aliviar um pouco a folha salarial. Chateado com a postura dos dirigentes, Rafael preferiu deixar o clube.

Contratado em julho de 2012, Rafael Marques ficou 20 jogos sem balançar as redes. Chegou a ser dispensado pelo presidente Mauricio Assumpção, mas ressurgiu no ano seguinte. Com 19 gols, foi o artilheiro do Botafogo na temporada e peça fundamental na conquista do Campeonato Carioca e da vaga na Libertadores da América.

Procurada pelo L!, a diretoria do Botafogo não falou sobre a venda de Rafael Marques. O vice-presidente de futebol, Chico Fonseca, afirmou que atenderia as ligações posteriormente, mas não o fez até o fechamento desta edição.

Fonte: Lance!