A primeira declaração de Carlos Eduardo Pereira como presidente eleito do Botafogo sobre o futebol do clube surpreendeu a todos quando ele pediu a volta de Emerson Sheik, Júlio César, Bolívar e Edílson para a luta contra o rebaixamento nos últimos dois jogos do Brasileiro. Em entrevista ao GLOBO na manhã desta quarta-feira, os Emerson, Edílson e Bolívar elogiaram a postura do novo presidente, mas lamentaram já terem rescindido o contrato com o clube.

– Achei um gesto simpático, de quem procura o diálogo. Infelizmente não tem mais tempo para reverter esta situação que foi criada. Continuarei torcendo, pela torcida e pelos companheiros que lá ficaram. Eles não merecem isso. Mas o que podemos dizer é que a vitória da chapa de oposição reflete a insatisfação do sócio e do torcedor com este último ano de mandato – disse o atacante Emerson.

Já o lateral-esquerdo Edilson disse ter ficado feliz com a atitude do novo presidente.

– Confesso que fico feliz com a atitude do novo presidente. individualmente, tive um ano muito bom, me consolidei no clube e foi com surpresa e tristeza que encarei o afastamento, principalmente por eu estar machucado. Foi uma falta de respeito. Se eu pudesse, entraria em campo amanhã. Mas agora já é tarde, já rescindi o contrato – afirmou o lateral-direito Edílson, que está mantendo a forma no centro de treinamento do Corinthians, em São Paulo.

Principal liderança do elenco do Botafogo ao lado de Jefferson, antes de ser demitido por Maurício Assumpção, Bolívar foi pela mesma linha:

– Eu já rescindi. Seria pouco provável, mas achei bem bacana da parte dele – disse o zagueiro.

Os quatro jogadores foram afastados no dia 3 de outubro pelo ex-presidente. Na ocasião, Maurício Assumpção disse que os contratos deles seriam rescindidos e que estava tomando a decisão por causa de “alguns discursos colocados errados”. Quase duas semanas depois, os quatro deram entrevista coletiva criticado o agora ex-presidente. Emerson chegou a dizer que a história de Assumpção “é inferior à nossa”.

Fonte: O Globo Online