Fla x Bota: reclamações dão o tom no primeiro dia de venda

Compartilhe:

O frio no Rio de Janeiro não afastou os torcedores do Maracanã nesta quinta-feira. Aproveitando o feriado na cidade, botafoguenses e flamenguistas saíram de suas casas para garantir ingressos para o clássico de domingo. No entanto, no primeiro dia de vendas, foi enorme a insatisfação nas redondezas do estádio.

A fila, que ia da bilheteria 2, único local da retirada dos ingressos, até a bilheteria 1, não foi o único obstáculo enfrentado. O engenheiro Roberto Pimenta, de 50 anos, reclamou que ainda teve de esperar em frente à cabine.

– Cheguei às 10h20 e fiquei três horas na fila. Quando cheguei no guichê, foram mais 40 minutos. Eles alegam que depende da internet, que o sistema saiu do ar. É complicado – reclamou.

Outra queixa frequente foi o fato de não existirem filas separadas para quem comprou o ingresso antes, pela internet. O estudante César Pereira, de 16 anos, lamentou ter que sair de Campo Grande, onde mora, para passar horas esperando por seu bilhete. O jovem, que afirmou não ter conseguido executar a troca na loja Espaço Rubro-Negro perto de sua casa, mostrou insatisfação.

– Acho que é uma vergonha, comprei pela internet justamente para evitar essa fila. Chega aqui e eu tenho que fazer igual a todo mundo que ainda não comprou. Será minha primeira vez no Maracanã, e a primeira impressão já é ruim.

Por volta das 14h, todos os ingressos destinados exclusivamente à torcida do Flamengo se esgotaram. Apenas o setor misto (o Bellini, nos preços de R$160 a inteira e R$80 a meia entrada) ficou disponível para os rubro-negros. Alguns chegaram a desistir depois desta informação.

Torcedores Flamengo fila Maracanã (Foto: Thiago Benevenutte)
Longas e demoradas filas no Maracanã nesta quinta-feira (Foto: Thiago Benevenutte)

Na fila da gratuidade (crianças menores de 12 anos, idosos acima de 65 anos e deficientes físicos), mais problemas. O consultor de telecomunicações Sandro Braz, de 35 anos, questionou o fato de ter que passar por duas filas diferentes para retirar o seu ingresso e de seu filho, de oito anos de idade.

– A gente tenta participar, quer melhorar, mas está difícil. Inclusive só posso vir buscar o do meu filho porque hoje é feriado. No horário estipulado, entre 12h e 17h, seria impossível para mim, por causa do trabalho.

Em determinado momento, uma chuva fina começou a cair. Alguns idosos chegaram a discutir com os funcionários que trabalhavam na organização das filas. Pessoas foram flagradas tentando furar, mas acabaram identificadas e impedidas. Uma delas discutiu de forma veemente com um funcionário, que, irritado, comunicou o incidente aos policiais presentes no local. Após o incidente, mais uma viatura chegou como reforço.

A partida entre Flamengo e Botafogo acontece neste domingo, às 18h30m (horário de Brasília). O clássico é válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários