O lateral-esquerdo Gilson será julgado nesta quarta-feira pela 7ª Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) pela expulsão no jogo contra o Bangu, pela segunda rodada da Taça Guanabara.

Gilson foi incurso no artigo 243-F § 1º (ofensas contra árbitros e/ou assistentes) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê suspensão de quatro a seis jogos e multa de R$ 100 a R$ 100 mil.

Na súmula do jogo, o árbitro Rodrigo Carvalhaes de Miranda relatou na súmula os xingamentos proferidos pelo jogador: “Caralho, vai tomar no cu, não fiz nada, você deve estar de sacanagem”. Ele foi expulso de forma direta, mesmo após ter recebido o cartão amarelo no mesmo lance.

Fonte: Redação FogãoNET