Eduardo Hungaro deve mesmo armar o Botafogo com três volantes. Foi o que evidenciou sua participação no programa “Bem, Amigos”, do Sportv. Ele elogiou Bolatti e revelou a vontade de sair do esquema 4-2-3-1, por não ter jogadores de velocidade pelos lados.

Leia os trechos sobre a parte tática:
“No meio-campo, precisa do passador, agressividade na marcação, jogador mais rápido… Na minha concepção, o 5 tem que ser o craque do time. É uma coisa que vi muito lá fora”.

“Hoje, em um primeiro momento, o Bolatti tem me impressionado. Tenho posicionado na frente dos zagueiros, para que a gente possa ter boa saída de bola, tudo começa nela. O jogo é jogado ali, não há jogo de futebol que a bola passe menos naquele setor. Se coloca jogador que tem qualidade, mas sem nível de romantismo, boa visão, passe, faz jogar os da frente, olha para a frente… Bolatti tem reunido essas condições.”

“Rodrigo Souto fez um jogo excelente, é inteligentíssimo, encurta os espaços e vai pelos atalhos. Estou bastante otimista. Há uma tendência de alterar o sistema. Perdendo o Rafael e o Seedorf, acho importante sistema que se encaixe nos jogadores que temos. Um tripé na frente da zaga com qualidade e um jogador como o Jorge na frente, está muito bem fisicamente, magrinho, chega na área. E dois homens na frente. Estou apontando nessa direção.”

Fonte: Redação FogãoNET