O Botafogo começou 2014 perdendo jogadores importantes do setor ofensivo, como Seedorf, Rafael Marques e Hyuri. E não repôs à altura com contratações. O fato que irrita a torcida alvinegra não é lamentado pelo treinador Eduardo Hungaro, que promete achar soluções.

– Clube empregador não tem o que fazer, é ação legal. Não houve erro da diretoria. Um clube chegou, pagou a multa e jogador quis ir. Aconteceu com Andrezinho, Fellype Gabriel e Vitinho também. Meu papel não é lamentar, é resolver a situação. E vou resolver. Junto com o grupo de jogadores – disse na entrevista coletiva.

O treinador também minimizou a pressão, por ser início de temporada.

– A pressão é igual em qualquer situação. Começamos a trabalhar dias 3 e 6, o que aconteceu foram dois empates. Não é um resultado cabível para o Botafogo, mas quem tem discernimento viu uma evolução muito grande do primeiro para o segundo jogo. A vitória vai vir de forma natural e o jogo vai fluir. Não temos que alimentar situação de alarme – enfatizou.

Fonte: Redação FogãoNET