Oswaldo revela ‘vacilos’ de Vitinho e diz que ele quis sair

Compartilhe:

A saída repentina de Vitinho para o CSKA (RUS) ainda é algo que não foi digerida por alguns torcedores. No entanto, o técnico Oswaldo de Oliveira, há 14 anos na profissão, trata a situação como algo normal.

Antes de o jogador, de apenas 19 anos, deixar a concentração do clube, em Belo Horizonte, para acertar os últimos detalhes com o clube russo, Oswaldo teve uma conversa com o jovem. Na ocasião, tentou convencê-lo a ficar no Glorioso:

– Um garoto da idade do Vitinho já pode escolher o que quer na vida. Foi o que aconteceu. Sentei com ele e conversei. Ele falou: “Professor, sei o que preciso, tenho uma filha e meus pais precisam da minha ajuda. Minha cabeça está feita, sei o que quero.” Acabou a conversa. Não vai impedir mais… Os tempos mudaram. Os clubes têm que se precaver de forma jurídica e financeira para evitar. Ou não evitar, tornar isso uma coisa natural do futebol. Se o jogador tem talento, quem tem mais dinheiro leva. Tem de saber viver dentro dessas condições – lamenta o treinador.

Oswaldo também acredita que a explosão de Vitinho tenha demorado a acontecer justamente por culpa do garoto, que quebrou o pé duas vezes no ano passado:

– Muitos dizem que, se o Fellype Gabriel não saísse, o Vitinho não apareceria. Ia aparecer, sim! Já fazia gols no Carioca. O Vitinho não apareceu antes porque teve uma fase claudicante, que é bem afeita à formação do jovem. No ano passado, ele quebrou o pé duas vezes, provavelmente jogando pelada. Nos disse que uma vez estava andando na favela e a outra em moto. Mas deve ter sido jogando pelada.



Fonte: Lancenet!
Comentários