Mas a promessa é de boas notícias em 2014. De acordo com o dirigente alvinegro, o Engenhão deverá abrir as portas novamente ainda no primeiro semestre (abril ou maio) para abrigar alguns treinamentos de seleções antes e durante a Copa do Mundo. O estádio
é um dos Campos Oficiais de Treinamento (COT) aprovados pela Fifa.

Ao término do Mundial, a expectativa do clube carioca é poder mandar no estádio algumas partidas no Brasileirão. A capacidade total (cerca de 45 mil lugares), no entanto, seria reduzida para 15 mil torcedores.

NAMING RIGHTS

Apesar da interdição do Engenhão, as negociações para fechar o naming rights seguem em andamento. Mauricio Assumpção, além de afirmar que as obras não interferiram nas conversas com as empresas interessadas, espera que o clube consiga um contrato de patrocínio que pague entre R$ 14 milhões e R$ 16 milhões por ano.

Fonte: Blog De Prima - Lancenet!