O novo presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, deu sua primeira entrevista após o rebaixamento para a Série B. Ele colocou a culpa na antiga diretoria, comandada por Mauricio Assumpção, e livrou os jogadores.

– Tenha certeza que minha primeira palavra é de solidariedade à grande torcida botafoguense. Momento muito difícil, doído, mas mais ou menos esperado. Importante o plantel ter se dedicado, com certeza não são os responsáveis, nem os jogadores nem  a comissão técnica. Agradecemos o empenho em 2014. O Botafogo se organizou mal, a antiga diretoria não encontrou alternativas, nem se afastou em hora razoável. O resultado foi uma consequência mais ou menos prevista – afirmou Carlos Eduardo Pereira à Rádio Tupi.

Ele preferiu não falar sobre o futuro de Vagner Mancini.

– É difícil falar antes de ouvir as partes. Tem que saber se Mancini tem interesse em continuar, que tipo de estrutura o clube poderá oferecer, etc. O mais importante é que vamos começar a conversar, avaliação e diálogo, para construir a nova estrutura – resume.

Fonte: Redação FogãoNET