Após a notícia dada pela Rádio Brasil de que o clima para a contratação de Yaya Touré não é mais tão otimista no Botafogo, personagens envolvidos na negociação se manifestaram brevemente no Twitter.

Banner da loja do FogãoNET para faixa japonesa

Ricardo Rotenberg, membro do Comitê de Gestão de Futebol do Botafogo, afirmou que a decisão depende exclusivamente de Yaya Touré e que, no momento, as chances de acerto são de 50%.

Já Marcos Leite, empresário que ajuda o Botafogo nas conversas com o volante marfinense, passou um recado com uma mensagem simples: “O jogo só acaba quando termina”. Ele também ajudou o Botafogo na negociação com o japonês Honda.

Yaya Touré ainda não deu uma resposta final ao Glorioso e a diretoria alvinegra não dá prazo para o fim da novela. O Glorioso já chegou próximo aos valores pedidos pelo marfinense, mas a esposa do jogador tem mostrado receio com a mudança para o Brasil.

 

Fonte: Redação FogãoNET